segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Vá amanhã as dez

Hoje eu ouvir nitidamente a frase “se você está achando ruim por que não passa para a oposição", vou te responder, não tenha dúvida. Foi para ouvir essa frase? muito obrigado, foi dado o recado.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Gerência de Ações Regionais faz balanço das atividades realizadas no interior de Ilhéus




 Já beneficiou a comunidade com diversos serviços básicos, a exemplo de melhorias das estradas vicinais e a manutenção de iluminação pública de todos os distritos, repondo lâmpadas, relés, reatores, fotoelétricos e ‘braços’ dos postes
Além de realizar a coleta diária do lixo domiciliar dos distritos, com exceção do litoral norte e sul, bairros Banco da Vitória e Salobrinho e povoados de Vila Cachoeira e São José, cujo serviço é feito pela Secretaria de Serviços Urbanos, a Gerência de Ações Regionais da Prefeitura de Ilhéus tem beneficiado a comunidade da zona rural com diversos serviços básicos, a exemplo de melhorias das estradas vicinais e garantindo ferramentas, como pás, gadanhos, botas de borracha e botinas, herbicidas, sacos de lixo, dentre outros materiais.
O gerente José Victor Pessoa informou que em paralelo a essas ações, a atual gestão também executa operação de limpeza que incluiu a retirada de entulho, restos de materiais de construção e lixo em Olivença e nas localidades rurais de Ponta da Tulha, Banco do Pedro, Sambaituba, Aritaguá, Carobeira e Castelo Novo, sempre que necessário.
Pessoa lembrou que “temos atualmente na zona rural de Ilhéus dezenas de comunidades que carecem de serviços básicos para suas necessidades e também para escoar a produção agrícola”. Segundo ele, por conta disso, além da coleta de lixo, realiza a manutenção do serviço de iluminação pública dos distritos, com a reposição de lâmpadas, relés, reatores, fotoelétricos e ‘braços’ dos postes.
Com a participação dos funcionários lotados nos distritos foram feitos serviços de roçagem, aplicação de herbicida, poda de árvores, pintura de meios fios e melhorias nos cemitérios dos distritos. “Dotamos as administrações distritais de materiais e equipamentos necessários ao trabalho de rotina, a exemplo de roçadeiras, carros de mão, facões, enxadas, enxadetes, cavadores, vassouras e pulverizadores”.
 Dentre as ações prioritárias da atual gestão está a manutenção do serviço de recuperação das estradas que interligam as comunidades rurais. “Em 2015, executamos o patrolamento de cerca de 150 quilômetros de estradas vicinais e recuperamos com cascalho em cerca de 100 quilômetros da malha rural”.
Finalizando as ações executadas, José Victor Pessoa ressaltou que “nossas estradas vicinais são recuperadas de forma permanente. Ou seja, após as chuvas sempre existem trechos a restaurar. É um serviço constante e feito todo o ano. Algumas estradas precisam de recuperação também durante o verão, como a do povoado de Sapucaeira e outras, onde os areões afloram atolando veículos automotores em alguns trechos, necessitando de barreamento e cascalho”.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Desconstrução da esquerda

*Por Cristovam Buarque
Os constantes noticiários sobre a Lava-Jato têm levado militantes dos partidos do governo a dizerem que está em marcha uma campanha de desconstrução do PT e da imagem do ex-presidente Lula, cujo objetivo seria a desconstrução da esquerda.
É até possível que as oposições estejam usando as notícias com esta intenção; mas a desconstrução foi feita pela própria esquerda, contando com a colaboração do Lula, do PT e demais partidos de apoio ao governo.
A desconstrução da esquerda ocorreu por causa da aceitação da corrupção, sob o argumento de que todos a praticam; pela perda do vigor transformador e o consequente acomodamento; a falta de imaginação para formular nossas alternativas para avanço social; a incapacidade para perceber e entender a vertiginosa transformação tecnológica e política no mundo e o desprezo por compromissos programáticos e ideológicos.
A esquerda não foi capaz de entender o pleno significado da queda do Muro de Berlim, do fim do socialismo pela distribuição da produção e o consumo industrial depredador; a consolidação do poder sindical da aristocratização do proletariado em contraposição aos interesses das grandes massas; não entendeu a dimensão da crise que vai além da luta de classes e contesta a própria base da civilização industrial; não tem proposta para a ampliação do bem-estar, combinado com o equilíbrio ecológico; não percebe a força da globalização implantando o livre comércio, quebrando as fronteiras nacionais; nem a realidade da economia atual, onde o principal fator de produção é o conhecimento, não o capital financeiro, nem os recursos naturais.
A esquerda desconstruiu-se ao adotar a voracidade pelo poder e seus cargos e privilégios, envenenando os músculos de sua militância por estupidez e imoralidade. Faz parte também deste esforço da autodestruição, a anulação, pela cooptação, dos movimentos sociais como UNE, CUT, MST.
Somado à irresponsabilidade fiscal que provoca a maldade da inflação; o aparelhamento e a má utilização do Estado; a degradação de estatais símbolos da nação, como a Petrobras e os Correios; o desmantelamento do funcionamento do Estado e a desnacionalização do parque produtivo por causa da desvalorização cambial.
No lugar de criar novas utopias, formular novas propostas, a esquerda preferiu cair nos braços do sistema tradicional, reduzindo seus programas a meras transferências de renda já implantadas por governos anteriores; colocou o poder como meta suficiente, não como etapa necessária; aceitou qualquer aliança, desconstruindo a própria imagem.
A foto de Lula no jardim de um palacete para eleger seu candidato poderá ser um dia mostrada como marco da desconstrução da esquerda no Brasil, tanto quanto as fotos de jovens derrubando as pedras do Muro de Berlim significou a desconstrução do socialismo real na Europa.
A esquerda se auto desconstruiu sobretudo ao não perceber seus erros e jogar a culpa da desconstrução nos adversários.
*Cristovam Buarque é Professor Emérito da UnB e Senador pelo PDT-DF.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Saúde de Ilhéus informa telefones para campanha de combate ao mosquito aedes aegypti


Telefones são: 3234-2030 e 98881-4586

A população de Ilhéus pode denunciar possíveis focos de procriação do aedes aegypti e prestar outras informações a respeito do combate ao mosquito. A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza os números de telefone 3234-2030 e 98881-4586 estarão atendendo das 7h30min às 17h, com pausa no horário de almoço e somente de sexta-feira a sábado. Na última sexta-feira, 19, a Secretaria de Comunicação Social divulgou, tanto à imprensa, como nas redes sociais, número do telefone fixo para denúncias equivocado.
 O objetivo dessa iniciativa, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Antonio Ocké, é identificar imóveis e outros locais que tenham larvas do Aedes aegypti, para que a força-tarefa retire os entulhos. “O disque-denúncia é mais uma forma de a população contribuir no combate ao aedes, que transmite, entre outras, doenças como a dengue, zika vírus e chikungunya”.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Resolução do TSE proíbe partidos sem diretório registrado lançar candidatos e advogado piauiense contesta é falso!


A coluna Painel, da Folha de S. Paulo, destacou na última segunda-feira (08) uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral, de dezembro, que pode embaralhar as eleições deste ano nos mais diversos municípios.
A resolução proíbe os partidos políticos de lançarem candidatos a prefeito e a participarem de alianças onde não haja diretório municipal registrado. Isso inclui locais onde os partidos estejam funcionando com as chamadas comissões provisórias, ou seja o Tribunal decidiu pela obrigatoriedade da existência de diretório para que os partidos possam lançar candidatos.
Dirigentes de ao menos 33 partidos vão ao STF (Supremo Tribunal Federal), logo após o Carnaval, contra resolução da Justiça Eleitoral que proíbe as agremiações de lançarem candidatos a prefeito e a participarem de alianças em cidades onde não haja diretório municipal registrado. Eles consideram o expediente “uma afronta do TSE ao Legislativo”, e sustentam que, durante a discussão da reforma política na Câmara, o tema foi debatido e rejeitado pelos deputados.


Dirigentes de pelo menos 33 partidos devem ir ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra uma resolução da Justiça Eleitoral que proíbe as agremiações de lançarem candidatos a prefeito e a participarem de alianças em cidades onde não haja diretório municipal registrado.
Os dirigentes consideram o expediente “uma afronta do TSE ao Legislativo”, e sustentam que, durante a discussão da reforma política na Câmara, o tema foi debatido e rejeitado pelos deputados.

No Piauí apenas PMDB, PT, PSD, PSB, PCdoB, PMN, PPS, PP, PSTU, PTC e PSOL possuem diretórios devidamente constituídos, caso a regra valesse, ficariam de fora das eleições, PTB, DEM, PDT, PCB, PSC, PTdoB, PV, PRP, PRTB, PSDC, PSL, PHS, PTN, PRB, PR, PCO, PPL, PEN, SD e PROS, consequentemente, os possíveis pré candidatos, como, Elmano Férrer (PTB) e Telsírio Alencar (DEM), entre outros.

Entretanto, para o advogado Miguel Dias,  não é verdadeira a informação noticiada (Coluna Painel) . Trata-se, como se diz jargão político e policial, de “alarme falso”.

Miguel afirma que no art. 3º, da Resolução nº 23.455, de 15 de dezembro de 2015, o TSE definiu que somente “poderá participar das eleições o partido político que, até 2 de outubro de 2015, tenha registrado seu estatuto no TSE e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no Tribunal Regional Eleitoral competente (Lei nº 9.504/1997, art. 4º; Lei nº 9.096/1995, art. 10, parágrafo único, inciso II; e Res.-TSE nº 23.282/2010, arts. 27 e 30)”.

“Para os fins colimados no art. 3º, da Resolução nº 23.455/2015-TSE, ‘órgão de direção constituído’ é, sim, considerado tanto o Diretório como ‘Comissão Provisória’. Isso implica dizer que podem participar das eleições tanto os partidos com Diretórios como os com Comissões Provisórias. Se fosse o contrário, a votação dos eleitos nas eleições anteriores estaria comprometida. A exceção é que estas comissões devem ser renovadas permanentemente, sob pena de caducar”, afirma.

O advogado alerta que a regra constante da resolução e que foi objeto de notícia na Coluna Painel, da Folha de São Paulo, é apenas uma repetição do que constou a Resolução nº 23.405, de 27 de fevereiro de 2014, que também trazia a mesma regra. A norma editada em ambas as resoluções é uma reprise do que prescreve o art. 4º, da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições), que expressa: ”Poderá participar das eleições o partido que, até um ano antes do pleito, tenha registrado seu estatuto no Tribunal Superior Eleitoral, conforme o disposto em lei, e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído na circunscrição, de acordo com o respectivo estatuto”.

Veja abaixo o artigo do advogado tratando do assunto na íntegra:

Nos últimos dias, uma informação da Folha de São Paulo, na Coluna Painel, causou um rebuliço nos meios políticos do Piauí. Segundo a notícia, uma resolução do Tribunal Superior Eleitoral (PTSE) teria proibido os partidos políticos de lançarem candidatos e a participarem de alianças onde não haja diretório municipal registrado. Segundo a notícia, incluíam-se locais onde os partidos estejam funcionando com as chamadas comissões provisórias. Em outras palavras, o TSE teria decidido pela obrigatoriedade da existência de diretório para que os partidos possam lançar candidatos.

Não é verdadeira a informação noticiada pela Folha. Trata-se, como se diz jargão político e policial, de “alarme falso”.

No art. 3º, da Resolução nº 23.455, de 15 de dezembro de 2015, o TSE definiu que somente “poderá participar das eleições o partido político que, até 2 de outubro de 2015, tenha registrado seu estatuto no TSE e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no Tribunal Regional Eleitoral competente (Lei nº 9.504/1997, art. 4º; Lei nº 9.096/1995, art. 10, parágrafo único, inciso II; e Res.-TSE nº 23.282/2010, arts. 27 e 30)”.

Para os fins colimados no art. 3º, da Resolução nº 23.455/2015-TSE, “órgão de direção constituído” é, sim, considerado tanto o Diretório como “Comissão Provisória”. Isso implica dizer que podem participar das eleições tanto os partidos com Diretórios como os com Comissões Provisórias. Se fosse o contrário, a votação dos eleitos nas eleições anteriores estaria comprometida. A exceção é que estas comissões devem ser renovadas permanentemente, sob pena de caducar.

No Piauí, por exemplo, inúmeros partidos estão com prazo de vigência vencido para que permaneçam com suas comissões provisórias existindo. Renovadas as comissões, estarão, sim, aptos a participar das eleições.

A regra constante da resolução e que foi objeto de notícia na Coluna Painel, da Folha de São Paulo, é apenas uma repetição do que constou a Resolução nº 23.405, de 27 de fevereiro de 2014, que também trazia a mesma regra. A norma editada em ambas as resoluções é uma reprise do que prescreve o art. 4º, da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições), que expressa: ”Poderá participar das eleições o partido que, até um ano antes do pleito, tenha registrado seu estatuto no Tribunal Superior Eleitoral, conforme o disposto em lei, e tenha, até a data da convenção, órgão de direção constituído na circunscrição, de acordo com o respectivo estatuto”.

Portanto, o “órgão de direção” de que fala a lei epigrafada pode ser o Diretório e a Comissão Provisória. Como a lei é de 1997, pudesse-se participar das eleições apenas os partidos com diretórios, de lá para cá todas as eleições no Brasil estariam comprometidas e/ou nulificadas. Diretório e Comissão Provisória se confundem quando se trata de órgão de direção de partido político. Com uma diferença: Diretório, como órgão, tem permanência; Comissão, como órgão, tem o condão da provisoriedade.

Os partidos políticos que tenham diretório devidamente constituído e registrado não precisam regularizar suas situações, porquanto já permanentes. Porém, para que concorram, os partidos com Comissões Provisórias devem regularizar suas situações no TRE, sobretudo no Piauí, onde apenas esses partidos têm Diretórios devidamente constituídos: PMDB, PT, PSD, PSB, PCdoB, PMN, PPS, PP, PSTU, PTC e PSOL. Com Comissões Provisórias, temos: PTB, DEM, PDT, PCB, PSC, PTdoB, PV, PRP, PRTB, PSDC, PSL, PHS, PTN, PRB, PR, PCO, PPL, PEN, SD e PROS. No momento, a maioria desses partidos não renovou suas comissões provisórias, para que possam apresentar candidatos a prefeito e a vereador nas eleições de 2016.

Por que, então, das comissões provisórias e não dos diretórios? Com diretórios, o comando do partido fica mais diluído, não permitindo o controle integral da sigla. Assim, a maioria dos partidos é dirigida por comissões provisórias ao invés de diretórios. Essa opção torna mais fácil o controle da legenda por uma só pessoa ou por um pequeno grupo de filiados. A diferença básica é essa. Mas, tanto o diretório quanto a comissão têm a mesma força jurídica como órgão de direção. Para o partido como um todo, com a Comissão Provisória são menores os problemas gerados pelos filiados. Com a comissão provisória, a dissolução de uma direção estadual ou municipal é mais fácil. A diferença básica entre eles é que os diretórios são eleitos em convenção com um prazo determinado de vigência. A comissão provisória é formada por um número bem menor de participantes e é nomeada pela executiva do órgão partidário de instância superior, com um prazo de validade por ela determinado.

Hoje, algumas legendas estão criando comissões provisórias com o prazo de validade indeterminado. Embora esse procedimento não se constitua em um ato de ilegalidade, a não ser que fira o estatuto partidário, quando uma comissão é nomeada por tempo indeterminado é retirado seu caráter provisório e, na prática, o órgão partidário que fez a nomeação fica com a garantia de que, a qualquer momento, poderá nomear outra comissão provisória.

A Lei n. 9.096/95, que dispõe sobre os partidos políticos, regulamenta os arts. 17 e 14, § 3º, inciso V, da Constituição Federal. Em âmbito infraconstitucional, além da Lei dos Partidos Políticos ora reportada, a Resolução n. 23.282/2010, do TSE, fonte legislativa de segundo grau no Direito Eleitoral, disciplina a criação, organização, fusão, incorporação e extinção dos partidos políticos. No campo da criação e da organização, diretório e comissão provisória, como repousado no texto, confundem-se como órgãos de direção. As diferenças são apenas as anteriormente explicitadas.

Da Redação c/informações do GP1 e Jornal de Luzilândia

Postado por http://www.luzilandiaonline.com.br/2016/02/10/resolucao-do-tse-proibe-partidos-sem-diretorio-registrado-lancar-candidatos-e-advogado-piauiense-contesta-e-falso/


Prefeitura de Ilhéus prorroga prazo de inscrição em concurso público


A data de aplicação das provas, contudo, foi mantida para o dia 13 de março
  A Prefeitura de Ilhéus publicou nesta terça-feira, 16, primeiro aditivo ao edital número 2/2016, que abre inscrições em concurso público para vagas na administração municipal. Entre outros itens, ficaram alterados os prazos para se inscrever no certame, que passa a encerrar no próximo dia 21 (antes seria até esta quarta, 17), e a data limite para pagamento da taxa, que agora será o dia 22 de fevereiro.
 A alteração foi motivada após o site da organizadora do certame, a empresa Consultec, apresentar instabilidades que impediram os interessados de acessar o painel de inscrição, assim como imprimir o boleto de pagamento da taxa. Desde as primeiras horas desta terça-feira, o portal http://consultec.com.br/ já está em pleno funcionamento.
 São oferecidos postos de trabalho em diferentes funções para todos os níveis de escolaridade – fundamental, médio/técnico e superior, com salários que variam de 880 a 8 mil reais. As taxas de inscrição variam de 35 a 100 reais, de acordo com o grau de escolaridade exigido para o posto pretendido.
O aditivo determinou também novo período para envio dos títulos dos candidatos aos cargos de Professor e Procurador, que se estende, agora, até o dia 23 de fevereiro de 2016. Não houve alteração quanto à data de aplicação das provas, que permanece dia 13 de março.
 A segunda etapa do concurso, constituída da Prova de Títulos, de caráter classificatório, será aplicada exclusivamente para os cargos de Professor e Procurador. Para o cargo de Salva Vidas e guarda municipal, a segunda etapa será constituída de prova prática, de caráter eliminatório. O conteúdo das provas e as atribuições dos cargos também constam do Edital nº 2/2016.
 Vagas nível fundamental - Os cargos que exigem nível fundamental são pintor (2 vagas), salva-vidas (19), mecânico de máquinas pesadas (2), operador de patrol (2), operador de retroescavadeira (3), auxiliar de serviços gerais (33), motorista (8) e merendeira (14). Para o fundamental, o salário varia de R$ 870,00 a R$ 1.500,00.
 Vagas para nível médio/técnico - técnico em arquivo (3), assistente de informática (2), cadista técnico (2), técnico agrícola (3), técnico em edificações (3), topógrafo (7), técnico auxiliar de farmácia (5), fiscal ambiental (3), técnico de enfermagem (10), técnico de enfermagem socorrista (5), técnico em segurança do trabalho (4), auxiliar de saúde bucal (3), condutor socorrista (11), auxiliar administrativo (23), assistente administrativo (23), orientador social (7), agente de trânsito (7), guarda municipal (7), monitor social (8), auxiliar de regulação (5), cuidador (10) e agente social (10). O salário para este nível de escolaridade varia de R$ 870,00 a R$ 1.800,00.
 Vagas para nível superior – arquivologista (3), bibliotecário (1), engenheiro de trânsito (3), engenheiro civil (3), engenheiro agrônomo (3), turismólogo (3), farmacêutico (5), museólogo (3), médico clínico com 20 h (8), médico clínico com 40h (8), médico do trabalho (4), médico ginecologista e obstetra (4), psiquiatra (4), pediatra (4), endocrinologista (3), gastroenterologista (3), geriatra (3), hematologista (3), cardiologista (4), mastologista (4), neurologista (4), cirurgião oncológico (4), proctologista (3), reumatologista (4), cirurgia (4), urologista (4), neuropediatra (3), dermatologista (3), infectologista (4), cirurgião cabeça e pescoço (3) e pneumologista (4), socorrista (5).
 Além dessa, existem vagas para enfermeiro (10), enfermeiro socorrista (10), psicólogo (4), nutricionista (4), terapeuta ocupacional (4), educador físico (4), fisioterapeuta (4), odontólogo (4), médico veterinário (4), assistente social (6), administrador (4), analista de recursos humanos (4), contador (3), professor séries iniciais – zona urbana  20h (17), professor séries iniciais 20h zona rural (6), professor séries iniciais – zona rural de difícil acesso (9), professor séries iniciais – 40 horas (43 vagas incluindo zona rural), procurador (4), auditor fiscal (8) e arquiteto (cadastro reserva). Para o nível superior, os salários variam de R$ 958,50 a R$ 8 mil.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Saúde de Ilhéus alerta para os sintomas da Dengue, Zika e Chikungunya



Apesar das semelhanças, cada caso tem particularidade que interferem no tratamento
 Com a presença de diferentes tipos de doenças transmitidas pela picada do mosquito aedes aegypti, a Secretaria de Saúde (Sesau) de Ilhéus alerta à população sobre os sintomas relacionados a cada situação, que facilitam no diagnóstico e tratamento do paciente infectado. De acordo com o diretor de Vigilância à Saúde da Sesau, Antônio Firmo,apesar das semelhanças, algumas diferenças podem ser percebidas.
O zika raramente tende a oferecer as complicações que são normais na dengue, por exemplo”, destaca Firmo. Os sintomas desse vírus são comumente, febre, dores e manchas no corpo e também pode apresentar diarreia e sinais de conjuntivite. Já o paciente com Chikungunya apresenta febre acima de 39 graus de início repentino e dores intensas nas articulações, que podem persistir por meses.
“Velha conhecida dos brasileiros, a dengue apresenta sintomas variados como cansaço extremo e mal-estar, febre alta de 39 ou 40ºC, dor de cabeça, no fundo dos olhos e em todo o corpo e enjoos e dor abdominal”, explica o médico. Segundo o secretário de Saúde, Antonio Ocké, o diagnóstico de cada doença é de suma importância, porque facilita no momento que os profissionais médicos vão orientar o tratamento.
Ocké salienta que, apesar de os sintomas serem parecidos, o tratamento é diferente para cada doença, por isso a importância de, ao sentir sintomas semelhantes aos já citados, procurar imediatamente o Pronto Atendimento de da Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, que funciona no bairro Cidade Nova, nas imediações do Centro de Convenções, na região central. O posto está aberto de segunda a sábado, das 7 às 17h.
Perigos e Complicações
Dengue - A principal complicação é a desidratação grave, que ocorre sem a pessoa perceber. Por isso, é importante tomar bastante líquido.
Chikungunya - Permanência, por longo tempo, das dores e inchaço nas articulações, às vezes impedindo as pessoas de retornarem às suas atividades cotidianas.
Zika - As complicações mais observadas têm sido as manifestações neurológicas como paralisia facial e fraqueza nas pernas.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Morre o advogado Aloísio Santos Filho. "Aloisinho"


(Blog do Gusmão) Aloísio Reis Filho. Imagem de março 2012, registrada por Emílio Gusmão, no Cafezinho de Conceição, em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus.
O advogado Aloísio Santos Filho era um dos militantes mais antigos do PSB em Ilhéus. Foi dirigente do partido na cidade e candidato a vereador. Assim como Miguel Arraes e Napoleão Marques, conservou os ideais do socialismo utópico, a essência do Partido Socialista Brasileiro.
Era procurador jurídico da Prefeitura de Ilhéus. Muito querido na cidade, deixou vários amigos, como o ex-vice-prefeito José Henrique Abobreira, o advogado e professor Carlos Pereira Neto, além do pai do editor deste blog e do próprio Emílio Gusmão. 
Bem-humorado, foi um dos clientes mais benquistos da tradicional Barrakitika. Muitas pessoas de Ilhéus o chamavam carinhosamente de “Aloisinho”.
Tinha 60 anos e lutava contra um câncer no pâncreas. Fez tratamentos modernos em São Paulo, com acesso às técnicas mais atuais, mas não venceu a doença. Faleceu ontem (14), às 22 horas, no Hospital da Bahia, em Salvador.
Seu corpo vai chegar às 11 horas para o velório no SAF, no Alto da Conquista, em Ilhéus. O sepultamento será amanhã, mas a família ainda não definiu o horário

NOTA DE PESAR


         A Procuradoria Geral (Proger) do Município de Ilhéus, pelos membros que a compõem, vem a público registar seu pesar e luto pelo falecimento do dr. Aloysio da Silva Santos Filho, que prestou, como servidor e procurador municipal, relevantes serviços ao órgão e à Cidade de Ilhéus.
         Nosso sentimos à esposa Ligia,  às filhas e familiares.
  
Ilhéus, 15 de fevereiro de 2016

OTÁVIO AUGUSTUS CARMO
Procurador Geral do Município

Mutirão mobilizou comunidades de Ilhéus para o combate ao aedes aegypti








Mutirão no último sábado ofereceu material informativo e orientações aos moradores de comunidades afetadas pelo mosquito
  “Se depender de mim, não vai ter mosquito para transmitir doença alguma”, contou Dona Guiomar Rocha, de 64 anos, moradora da Rua Pitágoras, no bairro Teotônio Vilela, durante o mutirão de conscientização para o combate ao aedes aegypti, realizado no último sábado, 13, também em outros quatros bairros de Ilhéus. A atividade, que durou todo o dia, contou com o trabalho de 150 pessoas, entre agentes de endemias e militares da Marinha e Exército.
 As comunidades de Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá, Malhado e Nelson Costa também tiveram residências visitadas. Durante as abordagens, militares e agentes orientavam os moradores sobre os cuidados para impedir a proliferação do mosquito, que é responsável, dentre outras, pela transmissão de doenças como a dengue, zika vírus e chikungunyua.
 Agente de endemias do município há mais de dez anos, Lucidalva Lopes explicou ao pedreiro Antônio Carlos, também morador do Vilela, que “é importante cuidar não só do próprio quintal, mas ficar de olho nas redondezas”. Os mosquitos costumam voar por até 300 metros, informação que o morador desconhecia, mas agora vai passar a “prestar atenção em toda a rua, porque temos que cuidar de nós e dos outros, não é mesmo?”.
 O trabalho de conscientização seguiu orientação do Governo Federal. Em Ilhéus, contou com a supervisão do secretário municipal de Saúde, Antonio Ocké, do tenente-coronel Serra, comandante local do Exército, do capitão de corveta Luiz Carlos, Delegado dos Portos (Marinha), e do General da 6ª Região Militar, Artur Costa Moura. De acordo com Ocké, a ação foi proveitosa, pois “permitiu esclarecer alguns pontos importantes à população para tornar mais efetivo o combate ao mosquitos”.
 Visitas – O chefe da Vigilância à Saúde da Sesau de Ilhéus, Antônio Firmo, lembra, que, no período de 15 a 18 deste mês, equipes mistas continuarão desenvolvendo uma série de atividades contra a proliferação do Aedes aegypti. “Além dos esforços de conscientização que já aconteceu, terá prosseguimento, nas unidades domiciliares, um trabalho de combate ao mosquito”.
 Nessa ação sequencial, serão visitadas as residências para a detecção de possíveis criadouros do mosquito em áreas que apresentam alto índice de infestação, como no bairro Teotônio Vilela e no Malhado.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Conheça o short mais curto do mundo



O tal polêmico mini short já foi caso de polícia há alguns anos. Até a mulherada conseguir a liberdade de vestir o que quiser, sem ser taxa de piranha para baixo, demorou muito tempo. Hoje, felizmente, dá para sair na rua vestindo o que quiser. A princípio, você não vai ser presa.
O que não conseguirá evitar serão os olhares, pois ainda tem muito homem machista por aí, achando que somos um pedaço de carne desfilando ao sabor deles. É muita pretensão, né? Mal sabem os homens que mulher se produz por “N” motivos, a maioria deles não envolve o sexo oposto.
Mas entrando no assunto do post, esse short é de parar o trânsito. Deve ser o menor short do mundo, supomos. É tipo sair de casa de calcinha, apenas. Todo direito do mundo para você que tá nessa vibe de sair vestida assim. Não estamos aqui para julgar, só comentar mesmo.
http://www.uphumor.com.br/2015/10/05/conheca-o-short-mais-curto-do-mundo/

Governo da Bahia patrocinou Carnaval da Mangueira, no Rio; valor não foi divulgado

por Alexandre Galvão

Governo da Bahia patrocinou Carnaval da Mangueira, no Rio; valor não foi divulgado
Bethânia foi homenageada | Foto: Rodrigo Gorosito / G1
O desfile da Estação Primeira de Mangueira, escola campeã do Carnaval do Rio de Janeiro, teve patrocínio do Governo do Estado da Bahia. Em fotos divulgadas pela imprensa do Rio, vê-se o símbolo do governo estampado nas camisas. Em contato com o Bahia Notícias, o governo do Estado confirmou a cota de patrocínio, mas não divulgou o valor pago, mesmo com o questionamento da reportagem. “O Governo da Bahia apoiou o desfile da Escola de Samba Mangueira já que a temática abordada se tratava um ícone da cultura baiana, Maria Bethânia", diz o comunicado oficial.

Logo do governo na manga de integrante da Mangueira | Foto: Reprodução/ Veja
A Mangueira homenageou a cantora baiana Maria Bethânia e faturou o título de campeã da elite do samba carioca. Este ano, entidades carnavalescas baianas, como o Ilê Aiyê, não desfilaram pelo programa Carnaval Ouro Negro, administrado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por conta das verbas diminutas que foram colocadas à disposição. Em contanto com o BN, o governo da Bahia alegou ter patrocinado o Ilê através de edital da Bahiagás.

Postado por http://www.bahianoticias.com.br/noticia/186013-governo-da-bahia-patrocinou-carnaval-da-mangueira-no-rio-valor-nao-foi-divulgado.html

Domingo violento: mulher é esfaqueada no centro de Ilhéus




Uma mulher de aproximadamente 35 anos foi esfaqueada nas imediações do colégio Status, na manhã deste domingo (14), no centro de Ilhéus. A vítima levou um golpe de faca perto do peito, que teria sido desferido por um homem (foto), ainda não identificado pela polícia.

IMG-20160214-WA0035
Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e garantiu os primeiros socorros. A mulher estava consciente e foi encaminhada ao Hospital Regional sem risco de morrer, onde passou por intervenção cirúrgica.
Postado por http://blogdocoveiro.blog.br/403-2/ 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Perdemos Feio

*Por Cristovam Buarque
Ao falar que o Brasil está “perdendo feio” a guerra contra a dengue, o ministro Marcelo Castro prestou um serviço, embora incompleto, porque essa não é nossa única “derrota feia”.
Perdemos a guerra contra a violência: o clima de guerra já se apossou tanto da sociedade, que nos acostumamos a fugir das ruas, trancafiarmo-nos em nossas casas, condomínios fechados, carros e shoppings. A tal ponto, que já não nos perguntamos como viver em paz, apenas como conseguir segurança prendendo menores e liberando porte de armas aos cidadãos.
Perdemos a guerra da educação. Com mais de 50 milhões de brasileiros adultos sem o ensino fundamental, ainda que um governo sério decida fazer a revolução na educação de base, as crianças já nascidas chegarão à idade adulta despreparadas para enfrentar o desafio da era do conhecimento; não serão capazes de levar o Brasil ao desenvolvimento que precisamos.
Perdemos feio a guerra contra a desigualdade social. Mesmo depois de 15 anos de Bolsa Escola/Família, continuamos campeões de desigualdade, e os resultados na luta contra a fome estão regredindo por causa da inflação.
Perdemos feio a guerra do desenvolvimento científico e tecnológico, da inovação e da competitividade. Em muitos setores, estamos atrás até mesmo de países pequenos e sem tradição de desenvolvidos. E nossa educação, nossas empresas, nossas universidades não estão preparadas para enfrentar este desafio.
Perdemos a guerra da saúde. Não a tratamos como uma questão sistêmica que cuide da água potável, do saneamento, do trânsito, da saúde primária e de hospitais eficientes servindo ao interesse do doente, e não de empresários, sindicatos ou políticos.
Perdemos momentaneamente a guerra contra a inflação, e há sério risco de que não seremos capazes de vencer esta guerra por não querermos tomar as decisões necessárias. Perdemos feio a guerra contra a dívida pública; além de perdemos também a guerra do endividamento das famílias e empresas.
Perdemos a guerra das cidades, transformadas em “monstrópoles”; violentas, feias, com trânsito atravancado, ruas inundadas e casas sem água. Perdemos também a batalha do transporte público.
Perdemos feio a batalha da gestão pública, com um Estado ineficiente, dependente dos vícios dos partidos por aparelhamento, dos empresários por subsídios e desonerações fiscais; entregue à voracidade corporativa dos sindicatos, desprezando-se eficiência e mérito.
Perdemos a guerra contra a corrupção. Apesar da Lava-Jato, a prática, continua generalizada e o crime impune. Perdemos feio a guerra da credibilidade na política e nos políticos, e nada será feito se esta guerra não for vencida.
Estamos próximos de perder a batalha da democracia: com um debate centrado no impeachment de uma presidente com mandato ou na conformação a um governo eleito com notória incompetência para vencer as guerras e conduzir o Brasil para o futuro.
Felizmente, ainda não perdemos a guerra da esperança.
*Cristovam Buarque é Professor Emérito da UnB e Senador pelo PDT-DF.
 
Assessoria de Imprensa 
Sen Cristovam Buarque (PDT-DF)
 

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Vitória da Conquista X Vitória - Hoje no Mário Pessoa em Ilhéus.

    X              
                                                                    
Hoje tem Vitória da Conquista e Esporte Clube Vitória no Mario Pessoa, o jogo que vale pela segunda rodada do campeonato baiano de 2016 começará as 20:45 horas, segundo informações obtida com na sede da equipe do Vitoria da Conquista mandante do jogo, os ingressos serão vendidos no estádio a valores que variam entre R$ 10,00 e R$ 30,00 - estudantes pagarão meia na geral a R$ 10,00 enquanto que a inteira custará R$ 20,00 - na arquibancada coberta estudantes será R$ 15,00 enquanto que inteira custará R$ 30,00.

       Observação: segundo informações concedida por Junior na sede do clube conquistense, além dos valores ele também passou que os estudantes terão que apresentar comprovação de que estudam.


Sobre o Radialista Altamiro Viana. Parabéns! 10 de fevereiro - 79 anos de idade



Altamiro Viana da Silva, conhecido como Zé tiro-seco, brasileiro, baiano, ilheense, nascido no dia 10 de fevereiro de 1937 (FAZENDO NESTA 4ª FEIRA, DIA 10/02, 79 anos), Aquariano, vascaíno, apaixonado por filme de ação e guerra, católico, devoto de São Cosme e São Damião, foi casado por 44 anos com a sua companheira Sra. Hilda Leite da Silva (Falecida no dia 11/06/2011, às 05h da manhã, aos 74 anos de idade. D. Hilda faleceu em casa, vitima de consequências múltiplas).

Com D. Hilda tiveram dois filhos, Paulo Roberto Leite da Silva (Beto Leite), locutor da Morena FM, e Sandra Regina Leite da Silva, professora. Tem seis netos: Amanda, Fernanda, Paula, Letícia, Natalia e Paulo. Tem sido a alegria do vô coruja.

Altamiro criador de Zé-tiro-seco, o tipo caipira, roceiro, matuto ou mesmo tabaréu mais famoso do sul da Bahia. Antes do Rádio já foi comerciante na cidade de Ilhéus. Também trabalhou na loja Rosemblit, dos empresários Simon Rosemblit e do seu sócio Moisés Bohana de Oliveira, isso na década de 50.

Ainda jovem Altamiro Viana despertou para a locução. Começou a ter contato com o microfone justamente numa estação de alto-falante do antigo bairro Ponta da Pedra. Lá, iniciou os seus primeiros passos ao lado de Valdenir Andrade e mestre Zizinho do barco.

A partir daí foi um pulo direto para a Rádio Cultura de Ilhéus, pioneira no sul da Bahia. A emissora contratou o garoto Zé para ser operador. Como já tinha experiência no microfone, o menino franzino, meses depois, ganharia um programa que intitulou de Rádio Despertador. Começa a desenhar a trajetória do sucesso.

Com a chegada do seu maior amigo na radiofusão, Tony Neto, que sugeriu a Zé, e este, imediatamente aceitou, trocando o nome do programa para Na Fumaça do Gongo. A partir dai consolidou mais ainda o sucesso e audiência absoluta no horário. Fato inédito no rádio brasileiro: Mais de 40 anos em 1º lugar.

Zé tiro seco conviveu na época com grandes nomes da radiodifusão: Pititinga, Titio Brandão, Alfa Santos, Adocival Araújo, Evaldo Tabajara, Cleofás Santos, Edson Pereira, Edinho Nascimento, Jorge Oliveira, o próprio Valdenir Andrade e o seu compadre Jorge Raposo. Nos dias atuais Zé-tiro-seco faz questão de lembrar alguns dos seus amigos, reconhecendo a importância de comunicadores como Gil Gomes, Jota Carlos, Elival Vieira Saldanha, Raimundo Jackson, Lindinalva Santos, Vila Nova, Luke Rei, Toni Mattioli, Jeremias Santos, Fábio Roberto, Marcelo Alves, Demmys Dórea, Bira Madureira, Marinho Santos, Ciro Zatele, Malthez de Athayde, Edilson Guimarães, Edmundo Santos, Quinto de Souza, Zé Maria de Almeida, Ricardo Magalhães, Jarles Soares, Gerdan Rosário, Walter Machado, Fábio Roberto, Salomão Batista e, não se esquecendo de operadores de áudio como Roque Vieira, Sérgio Gordo, Vagner Lima, Catuta de Yolanda, Celso Nascimento, Walter Capacete e tantos outros com quem trabalhou.

Sempre cogitado por outras emissoras, Zé tiro seco nunca aceitou convites de outras rádios de fora. Nem mesmo a promessa de um bom salário e a interferência de um ex-prefeito conseguiu levá-lo para a Rádio Excelsior da Bahia. Muitas emissoras continuavam sondando Zé tiro seco, que preferiu continuar trabalhando em Ilhéus e morando na Av. Itabuna, Alto da Conquista, Princesa Isabel onde morou, e agora, no Alto do Pacheco, onde reside atualmente.

Para se ter uma ideia da audiência de Zé tiro seco, o mesmo fez uma façanha no dia 1º de abril de 1986, A título de brincadeira no dia da mentira, Zé avisava no programa da existência de uma baleia encalhada na praia Soares Lopes. Minutos depois, a praia estava cheia de pessoas querendo ver o tal cetáceo marinho. O fato foi noticiado até mesmo na capital do estado. Zé, a partir daí percebera a dimensão de sua audiência, de sua credibilidade. No final, tudo foi arrumado, e os ouvintes absorveram a brincadeira...

Esse é Zé tiro-seco, sertanejo arretado, rei do rádio regional do sul e extremo sul da Bahia. Caipira de destaque na radiodifusão, sempre levando a notícia do cotidiano, a alegria e o seu jeito modesto de fazer rádio. Exatamente a 40 anos em primeiro lugar nos lares e em todos os cantos da sede e distritos do município de Ilhéus.

Segundo o radialista e servidor público, Dino Rocha, existe no acervo da Uesc um vídeo intitulado “Cumpadi Zé Tiro Seco”, de autoria dos ex-alunos Telmo Figueiredo e Heuger Campos. “Iremos solicitar cópia desta gravação para que possamos distribuir entre a categoria de radialistas, bem como manter arquivado em nossa entidade”, afirma Dino.
Para o radialista e pastor, Pedro Oliveira, foi o próprio Altamiro Viana que deu vida à figura de Zé tiro seco. “Zé Tiro Seco não é um apelido, é um nome radiofônico”.  Segundo Zatele, na época, um dos craques do Colo Colo era José Cassimiro, de quem ele pegou o “Zé”. Como o locutor servia o Tiro de Guerra, acrescentou o “Tiro”. E, “seco”, foi porque era muito magro.

As passagens de Zé-tiro-seco nas Rádios Bahiana de Ilhéus e Santa Cruz, a partir de 2005, iniciou-se mais uma etapa de sua vida. Foram etapas de novos voos e desafios.

No último dia 29/01/2016, depois de quase seis décadas de serviços prestados a radiodifusão, definitivamente, Zé tiro seco abandona os microfones. Missão cumprida!
Feliz aniversário.

Obrigado por tudo.

Uma homenagem do Presidente do Sindicato dos Radialistas de Ilhéus, e companheiros do rádio.
ASCOM DO SINDICATO DOS RADIALISTAS