quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Divulgada 1ª Chamada Pública de beneficiários do Minha Casa, Minha Vida em Ilhéus

 Obras dos condomínios Sol e Mar I e II estão em fase de conclusão. Foto Roberto Santos Secom -Ilhéus 
Obras dos condomínios Sol e Mar I e II estão em fase de conclusão. Foto Roberto Santos Secom Ilhéus 
Pessoas que constam na relação devem entregar documentos e passar por avaliação da Caixa Econômica. Lista visa conceder apartamentos dos condomínios Sol e Mar I e II
 A primeira chamada pública de famílias que poderão ser beneficiárias do programa Minha Casa, Minha Vida, em Ilhéus, já foi publicada no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira, 30, que pode ser acessado através do portal eletrônico da Prefeitura, no endereço www.ilheus.ba.gov.br, ou diretamente no link http://goo.gl/zSpkXw. O trabalho de cadastramento foi realizado pelo setor de Habitação da Secretaria Municipal de 
Desenvolvimento Social (SDS). Os contemplados devem se dirigir, no período de 4 a 14 de janeiro de 2016, à sede da Secretaria, localizada à Rua Vereador Mário Alfredo S/N, bairro Conquista, para apresentar os documentos necessários à comprovação dos dados.
O recebimento da documentação, que varia de acordo com o estado civil do beneficiário, será feito das 8 às 12 horas e das 14 às 16 horas, de segunda à sexta-feira. Aos sábados, o atendimento ocorrerá somente pela manhã. A primeira chamada pública de cadastrados visa a concessão dos apartamentos dos condomínios Sol e Mar I e II, localizados no KM 2 da Rodovia Pontal Buerarema, qudispõde 2.120unidadehabitacionais, cuja obra está em fase de conclusão.
Para o prefeito Jabes Ribeiro, essa convocação demonstra a solidez do programa Minha Casa, Minha Vida em Ilhéus. “Quando assumimos a administração, em 2013, eram cerca de 1.200 unidades apenas construídas. Agora, além daquelas, já temos mais de 4.400 apartamentos sendo edificados, sendo que metade já está praticamente pronta para ser entregue no primeiro semestre do próximo ano”, garantiu o prefeito.
O secretário Jamil Ocké explica que candidatconvocadatravédachamadapúblicapasspelaseguinteetapas para ser habilitado a ter o imóvel liberado pela Caixa Econômica Federal: 1. Habilitaçãpresenciajunto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social; 2. Inserção do grupo familiar e conferêncidsituaçãdo candidatojuntao CadÚnico; 3.Avaliaçãpela Caixa Econômicda situaçãdcandidatquantao CADIM, CADMUT, RAISCIASIReceitFederal, dentre outros.
Jamil Ocké salienta que a presença do cidadão na lista da chamada pública não significa que vai ser beneficiado com o imóvel, “pois ele precisa ainda cumprir as exigências feitas pela Caixa Econômica, que é quem financia os apartamentos e avalia a situação de cada pessoa individualmente”. O secretário ressalta que, nos próprios critérios do programa, há pessoas que possuem prioridade, como aquelas que vivem em áreas de risco, de preservação ambiental, ou outros casos. Essas pessoas fazem parte desta primeira lista.
Documentação – A documentação a ser apresentada varia de acordo com o estado civil do beneficiário. A relação completa também pode ser conferida no diário oficial do Município. Caso o candidatseja analfabeto, aléddocumentaçãcomum, ele deverá apresentar procuração lavradecartóriogarantindao seprocuradoresponder legalmentpeloprocedimentodcadastro e assinaturdcontrato juntao ProgramMinhCasa, MinhVida.
Caso o candidatseja Pessoa Com Deficiência ou dependente, aléddocumentaçãodeverá apresentar laudo médico que comprove a deficiência alegada, contendo a espécie, o grau ou o nível da deficiência e o número da CID, bem como a classificação da deficiência de acordo com decreto nº 5296,de 02/12/2004.
 Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário