terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Prefeito de Ilhéus debate problemas da indústria processadora de cacau




Fotos-Clodoaldo Ribeiro 

Preocupados com o futuro da produção, fabricação e o escoamento dos derivados do cacau, a APC (Associação dos Produtores de Cacau) e a indústria Barry Callebaut,  realizaram, na última sexta-feira, 3, reunião com suas respectivas diretorias, que contou com a participação do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e dos secretários municipais de Indústria e Comércio, Paulo Sérgio, e de Agricultura e Pesca, Angelito Dias.

O objetivo da reunião foi apresentar às autoridades presentes, um diagnóstico local e nacional dos problemas enfrentados pelo setor, entre eles, a crise hídrica, a nova taxa para o Distrito Industrial de Ilhéus, a exportação da produção através do Porto de Aratu, em Salvador, dificuldades com a operação portuária na cidade, como a falta de guindastes e a morosidade no despacho de carga.

Na oportunidade, o prefeito Mário Alexandre mostrou-se preocupado com a situação e falou da possibilidade de incentivo tributário para o setor. A proposta dos produtores e empresários é a de apresentar, também, aos governos estadual e federal, uma proposta de diálogo aprofundado a fim de enfrentar a atual crise, que inclui a perspectiva de melhoria do consumo interno de cacau.

A diretoria da Barry Callebaut expôs o projeto da empresa na região, onde gera cerca de 810 empregos diretos, e garantiu, em nome das demais fábricas de processamento de cacau e chocolate da cidade, apostar no crescimento da economia local. O prefeito concordou que o projeto requer a união de todos os segmentos sociais para o fortalecimento da indústria ilheense.

Secretaria de Comunicação Social – Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário