sábado, 16 de julho de 2016

MOVIMENTO NEGRO COMEMORA O LANÇAMENTO DO LIVRO DE FÁBIO NOGUEIRA SOBRE O INTELECTUAL NEGRO CLÓVIS MOURA

Publicado em 10 de julho de 2016 por 

bloqsp-movimentonegroDiversas lideranças do movimento negro , comunitárias,sindicalistas, representantes de ONGS, associações de moradores de Salvador e militantes do Partido Socialismo e Liberdade, participaram na noite desta última sexta-feira(8), do lançamento do livro ” Clóvis Moura: Trajetória Intelectual, Práxis e Resistência Negra ” do  sociólogo e pré-candidato à Prefeitura de Salvador pelo PSOL, Fábio Nogueira, na sede da sigla, localizada no bairro do Campo Grande. Estiveram presentes ao evento o jornalista e professor da USP, Dennis Oliveira,  o Reitor da UFBA, João Carlos Sales, o vereador Hilton Coelho, o Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos, e diversos pré-candidatos a vereadores da legenda.
Nogueira explicou durante o evento que resolveu estudar Clóvis Moura devido a ausência de professores e autores negros na época da faculdade.  Segundo ele, Clóvis  Moura fez um contraponto à  perspectiva marxista vigente no período. ” Moura se opôs a  concepção do negro como passivo à escravidão. Ele  trouxe a ideia do negro rebelde, a ideia do Marxismo negro.  Um Marxismo a partir de uma perspectiva negra!”, esclareceu o professor da UNEB e militante do movimento negro, do Círculo Palmarino.
 De acordo com Fábio Nogueira, Clóvis Moura foi um autor que não se  restringiu apenas aos estudos sobre as rebeliões escravas mas, acima de tudo,  promoveu uma ruptura  dentro do Marxismo. ” O  Marxismo,  na forma tradicional como é pensado, é insuficiente para compreender a complexidade da sociedade brasileira”,ressaltou o sociólogo.
 Nogueira destacou que  a exclusão de Clóvis Moura das Academias brasileiras reflete  o  racismo no país. ” O racismo é um obstáculo epistemológico”, pontuou  o pré-candidato à prefeitura de Salvador pelo  PSOL, lembrando ainda que  Moura sofreu as pressões de uma sociedade extremamente racista.
O professor de Comunicação da USP, Dennis Oliveira,  fez a  apresentação do livro e salientou  que o capitalismo no Brasil acumulou muita riqueza a partir da mão-de- obra escrava. ” Por isso,  apesar de vivermos num regime democrático e plural, ainda temos vários mecanismos de ditadura nos bairros periféricos de Salvador, a exemplo do genocídio da população negra”, frisou o jornalista e militante do movimento negro.
Para Dennis Oliveira,  não há possibilidade nenhuma de transformação radical da sociedade brasileira se não enfrentarmos o debate racial no Brasil. ” Não existe práxis política de esquerda se ela não estiver acompanhada por um práxis política Negra”,  enfatizou o jornalista.
O Reitor da Universidade Federal da Bahia,  João Carlos Sales, participou do lançamento para prestigiar e parabenizar Nogueira pela contribuição intelectual da obra. ” Fico muito feliz com a publicação de livros que possuem o  objetivo  de combater o racismo no Brasil!  “, comemorou.
 
AscomPSOLBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário