segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Confira a segunda chamada do SISU

sisu-2014
Quem participou do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) poderá consultar o resultado da segunda chamada clicando AQUI.
Quem for selecionado deve fazer a matrícula no período de 31 de janeiro a 4 de fevereiro. Aqueles que perderem o prazo, perdem a vaga. O local, o horário e os procedimentos para a inscrição devem ser verificados pelo estudante com a escola em que foi selecionado.
- See more at: http://www.agravo.blog.br/confira-segunda-chamada-sisu/#sthash.s0rHZJcO.dpuf

Calendário de pagamento da rede estadual 2014



Piso salarial dos professores terá reajuste de 8,32% em 2014


O piso nacional dos professores de educação básica deverá ser fixado este ano em R$ 1.697,39, para uma jornada de 40 horas. O valor é calculado com base na comparação da previsão de custo por aluno anunciada em dezembro de 2012 (R$ 1.867,15) com a de dezembro do ano passado (R$ 2.022,51). A portaria com o novo valor ainda não foi publicada, mas, segundo o Ministério da Educação (MEC), isso deve acontecer ainda neste mês.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) diz que o reajuste ficou aquém do esperado – a entidade estimava o aumento em 15%. Em nota, a CNTE argumenou que "dados já consolidados do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), até novembro de 2013, apontam crescimento do valor mínimo de aproximadamente 15%".

Mesmo com o percentual inferior ao esperado pelos trabalhadores, a Confederação Nacional de Municípios estima que, para o reajuste de 8,32%, haverá aumento de R$ 4,151 bilhões no pagamento do magistério. Com isso, a média do comprometimento das receitas do Fundeb com salários dos professores irá para 79,7%. Isso significa que quase todos os recursos voltados para a manutenção do ensino nos municípios estarão sendo gastas com pagamento dos salários dos professores.

O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451 e, a partir de fevereiro de 2013, passou para R$ 1.567. O maior reajuste foi o de 2012: 22,22%.

SINDICATO DOS RADIALISTAS DE ILHÉUS


EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE REUNIÃO ORDINÁRIA

           O Presidente do Sindicato dos Radialistas de Ilhéus, Elias Reis, no uso de suas atribuições legais, convoca todos os diretores para a próxima reunião ordinária mensal, que acontece no dia 31 de janeiro de 2014, às 15h, pontualmente EM CONVOCAÇÃO ÚNICA, no auditório da Associação Comercial de Ilhéus, situado à Praça JJ SEABRA, centro da cidade de Ilhéus, com a seguinte pauta:

 a) Explanação das últimas atividades e ações,
 b) Código de ética,
 c) ACT e repercussão,
 d) Atribuições individuais e coletivas,
e) Projetos concretos,
f) Processo eleitoral,
 g) O que ocorrer

Ilhéus-Ba, 22 de janeiro de 2014.

DINO ROCHA

Secretário Geral

Depois dos rolezinhos

*Por Cristovam Buarque
Os “rolezinhos” têm sido tratados como um tema cultural: o porquê dos jovens preferirem agitar shoppings, tirando a tranquilidade dos frequentadores e trabalhadores, ao invés de praticarem outras atividades juvenis, tais como, namoro, estudo, esporte, arte ou mesmo consumo. E as soluções propostas têm sido baseadas na esfera legal e policial. Não se viu um debate sobre as causas estruturais que permitiram estas mobilizações aflorar: os shoppings e a internet.
Os shoppings ofereciam a natural busca de conforto nos trópicos e a necessária proteção em uma sociedade violenta nas ruas, mas também a disfarçada segregação social que caracteriza o Brasil. Independente das causas que levam os jovens aos “rolezinhos”, eles não ocorreriam sem estes dois fatos irreversíveis na realidade: a existência de shoppings e a disponibilidade da rede social. Sem os shoppings não haveria como ocupá-los, sem as redes não haveria como fazê-lo.
A sociedade tem três alternativas: conviver com os “rolezinhos” como uma prática cultural, um carnaval fora de época e lugar; oferecer outras diversões aos jovens; ou buscar solução na explicitação da apartação, com leis que escolham os frequentadores. Esta medida será indecente moralmente e ineficiente socialmente. Ainda se consegue fazer isso nos clubes, condomínios, escolas de qualidade e hospitais caros, mas em shopping será impossível justificar moralmente tal medida. Além disso, as soluções policiais pela força, cercando shoppings, ou pela espionagem, bisbilhotando as redes sociais, serão impossíveis.
Até recentemente, a segregação se fazia com a convivência dócil dos excluídos, como se dizia então: os negros e os pobres sabem seus lugares. Não era necessário, como na África do Sul, explicitar em leis as calçadas e os banheiros só para brancos. No Brasil, a separação era automática, cada um sabia seu lugar. Com o aumento da população urbana, foi preciso separar fisicamente as classes, nos shoppings e condomínios, com cercas e crachás, mas ainda sem necessidade da explicitação em leis. Apesar de que houve propostas para proibir legalmente a entrada de imigrantes indesejados, bastava a apartação descrita no livro “O que é apartação, o apartheid social brasileiro”, de 1994.
Graças à internet, os “rolezinhos” desnudam o sistema de apartação implícita, sem leis.
Quem não quiser conviver com os shoppings ou com as redes sociais deverá mudar de planeta ou viajar para o passado. Daqui para frente, os shoppings existirão e terão um papel positivo no conforto social, mas a “guerrilha cibernética” é uma realidade com a qual vamos conviver. Ou assume-se a segregação explícita, ou promove-se a miscigenação social.
E para isso, o caminho é a escola. A segregação racial se fez nas alcovas, a segregação social se faz nas escolas. O único caminho decente e sustentável para o bom funcionamento dos espaços urbanos é a promoção da escola de qualidade em horário integral, com ofertas culturais para os jovens.
*Cristovam Buarque é senador do PDT-DF.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Ainda sem consenso, piso de agentes de saúde pode ser votado em 2014

TV Câmara
VT PERSPECTIVA AGENTES DE SAÚDE
Agentes de saúde reinvidicam votação de piso salarial em manifestação na Câmara, em 2013.
Apesar da falta de consenso, a votação do piso nacional para os agentes comunitários de saúde (Projeto de Lei 7495/06) é uma das prioridades da Câmara dos Deputados para 2014. O assunto poderá voltar à pauta do Plenário em março, segundo previsão feita no ano passado pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves.
Hoje, a categoria recebe uma parte dos R$ 950 repassados aos municípios pelo governo federal. Um texto aprovado pela comissão especial que analisou o projeto prevê um aumento progressivo do piso, até chegar a dois salários mínimos em 2015.
A agente comunitária de saúde Ruth Brilhante de Souza afirma que, em alguns municípios, o valor repassado ao agente é inferior a um salário mínimo. "Não temos definição do salário do agente comunitário de saúde. Cada município paga o que define. Se o governo manda R$ 950, o município faz sua parte burocrática e define o que vai para os agentes comunitários de saúde, o que, às vezes, não chega a um salário mínimo."
Impasse
No último mês de outubro, um embate sobre o piso dos agentes de saúde durou cerca de quatro horas no Plenário, e a proposta não foi votada. O governo queria adiar a votação do projeto e tentar elaborar um texto de consenso, mas alguns partidos da base e da oposição insistiam em votar o projeto.

A presidente da República, Dilma Rousseff, se diz preocupada com o aumento do piso, que, segundo ela, está em desacordo com o que o governo pode custear. O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), já chegou a declarar que o projeto será vetado pela presidente caso seja aprovado como está, ou seja, dois salários mínimos até o ano que vem.
Tentativa de acordo
Para o líder do PT, deputado José Guimarães (CE), ainda há chance de se chegar a um valor que preserve os interesses tanto do governo quanto da categoria. “Nós precisamos dialogar com eles que também fazem a saúde pública no Brasil. Não pode fazer de conta que o problema não existe. Ele existe, é real e nós temos que buscar uma solução.”

Em reunião no início de dezembro com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, negociou o adiamento da votação do piso nacional dos agentes de saúde para 2014, caso o governo retirasse a urgência de projetos que trancavam a pauta do Plenário. Segundo Alves, já há acordo para votação da proposta no próximo mês de março.
Atualmente, o País conta com mais de 300 mil agentes comunitários de saúde. Eles são responsáveis pela visita mensal a 65% dos domicílios, o equivalente a 125 milhões de habitantes. Entre as ações desses profissionais estão o acompanhamento de gestantes, o incentivo ao aleitamento materno, o controle de doenças como infecção respiratória aguda e a promoção das ações de saneamento e melhoria do meio ambiente.

Íntegra da proposta:

Da Reportagem – PT
Com informações da Rádio Câmara

Ilhéus tem orçamento de quase R$ 305 milhões para 2014



Foto- Arquivo Alfredo Filho
A utilização dos recursos que compõem a estrutura de custos de atividades e projetos obedecerá ao Cronograma de Execução Mensal de Desembolso e demais determinações aprovados em Decreto do Poder Executivo. As pastas com maior volume de verbas são Educação, Saúde e Desenvolvimento Urbano.
  Segundo o decreto nº 004, assinado pelo prefeito em exercício, Carlos Machado (Cacá), e publicado na Imprensa Oficial do Município, nesta segunda-feira, dia 20, a Prefeitura de Ilhéus vai investir quase R$ 305 milhões (R$ 304.733.200,00) nas ações e serviços públicos, neste ano de 2014. Segundo o parágrafo único da norma, a utilização dos recursos que compõem a estrutura de custos de atividades e projetos obedecerá ao Cronograma de Execução Mensal de Desembolso e demais determinações aprovados em Decreto do Poder Executivo, em obediência ao disposto na lei complementar n° 101 / 2000 e legislação pertinente.   
Desse montante, R$ 9.944 milhões serão repassados à Câmara Municipal de Vereadores. Conforme o planejamento, os recursos deverão ser aplicados na ampliação, recuperação e modernização do prédio, administração da instituição e remuneração de assessores, além da manutenção e funcionamento dos gabinetes dos vereadores e na administração de pessoal e encargos.  
O decreto prevê o repasse de R$ 14.130.200 milhões para a Secretaria da Fazenda (Sefaz), para ser investidos na amortização de dívidas, restituições e indenizações; em reservas de contingências e no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), além da manutenção da pasta. Um total de R$ 18.244 milhões ficará disponível para a Secretaria Municipal de Administração (Sead). O recurso será usado na capacitação dos servidores, para assegurar os proventos dos pensionistas e inativos, além de garantir a manutenção dos serviços dos salva-vidas e da Guarda Municipal e investir em ações regionais, incluindo a melhoria nas estradas e construção de pontes.
Educação e saúde – Conforme as determinações do decreto, o município vai investir R$ 84.796.100 milhões na área educacional. Com a verba, a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) vai assegurar o andamento do ano letivo, incluindo a oferta do transporte e merenda escolar, promover a capacitação dos professores, reformas e ampliação das unidades municipais de ensino, envolvendo a construção de quadras esportivas. Está prevista a criação do programa Saúde na Escola e a edificação de novas creches. Além disso, os recursos serão aplicados na manutenção de programas especiais, como o ProJovem Urbano, e na própria gestão da pasta. Também estão previstos repasses ao Conselho Municipal de Educação.
Conforme o Orçamento 2014, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) possui o montante de R$ 69.692.400 milhões para manutenção da pasta, construção, reformas e ampliação das unidades de atendimento e custeio dos programas e serviços da saúde, a exemplo da assistência farmacêutica, ações da atenção básica. Os recursos devem ser utilizados também para garantir os serviços médicos, incluindo a oferta de atendimentos especializados.   
Desenvolvimento Urbano – Também foram asseguradas verbas para as ações de manutenção do município, a exemplo da limpeza e iluminação públicas. Para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) estão assegurados R$ 62.408.050 milhões para aplicar na recuperação, pavimentação e drenagem das vias urbanas, construção e reformas de praças e jardins, reforma e ampliação de prédios públicos, além da construção e reformas dos cemitérios. Está no planejamento desses recursos, a melhoria do sistema de mobilidade urbana, que envolve desde a manutenção dos equipamentos, estratégias de ordenamento até ações educativas.      
O detalhamento completo da lei orçamentária 2014 de Ilhéus está disponível na Imprensa Oficial do Município, que pode ser acessada pelo site da Prefeitura (www.ilheus.ba.gov.br).  
Secretaria de Comunicação (Secom)

Água nas escolas: grupo intersetorial se reúne em fevereiro

Da Agencia da Câmara

Dep. zezéu ribeiro 283x173
Ribeiro: Prefeituras e estados têm que se conscientizar de que água em escolas é tão importante quanto Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida.
O grupo intersetorial criado para acelerar a implantação de sistema de abastecimento de água em todas as escolas do semiárido se reunirá no próximo dia 11 de fevereiro para dar continuidade ao trabalho, sob a coordenação do deputado Zezéu Ribeiro (PT-BA).
A meta principal do grupo intersetorial será a instalação de cisternas de 52 mil litros em 15 mil escolas da região.
A instalação de cisternas seria uma solução imediata enquanto não é possível adotar sistemas definitivos de abastecimento e de tratamento de água.
Zezéu Ribeiro destaca que o problema repercute no aprendizado e na saúde das pessoas. “Temos que envolver prefeituras, estados e para isso precisamos que todos se conscientizem de que água para todos e, nesse caso para as escolas, é tão importante quanto outros programas, como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida, justamente pela grande repercussão que terá na vida de tantos brasileiros e não apenas no semiárido, mas também em áreas rurais do Norte e Centro Oeste”, afirmou o parlamentar.
Seminário na Câmara
Com representantes dos ministérios da Integração, do Desenvolvimento Social, da Educação e do Desenvolvimento Agrário e de entidades da sociedade civil, o grupo é o primeiro resultado do seminário “Toda Escola do Semiárido com Água, Cozinha e Banheiros”, realizado no final do ano pela Bancada do Nordeste e pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

No debate, a coordenadora de Educação do Unicef no Brasil, Maria de Salete Silva, criticou justamente a falta de uma articulação entre os interessados. "Deve ter na Esplanada dos Ministérios uns quatro ou cinco programas chamados de "Água na Escola". É preciso fazer eles conversarem entre si. Alguém tem que assumir a responsabilidade desta liderança. Sob pena de a gente ter dois, três, quatro programas que, por não conversarem, não conseguem ter a efetividade que precisam"
Rosicleide Ferreira, do Ministério do Desenvolvimento Social, disse que, apenas 10% das 15 mil cisternas foram construídas até agora. Ela enfatizou, porém, que é necessário introduzir o tema da gestão do uso da água nos currículos das escolas do semiárido. 
Para Rosicleide, as crianças precisam entender o papel do armazenamento de água na região semiárida. “É uma situação da vida. Desde pequena, ela trabalha com uma restrição. Em vez de ela trabalhar com uma restrição como uma negação - negação por morar no semiárido, negação por morar em área de seca - ela trabalha com o valor do que ela pode acumular."

Thiago Tobias, do Ministério da Educação, lembrou que muitas das escolas sem água não têm endereço conhecido e algumas não podem receber recursos de programas federais porque não têm um conselho escolar organizado.
Entidades participantes
Participam desse esforço a Articulação para o Semiárido (ASA), entidade que reúne mais de 700 organizações não governamentais (ONGs), a Rede de Educação para o Semiárido Brasileiro (Resab), o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que coordena o Pacto Nacional Um Mundo para a Criança e o Adolescente do Semiárido. Além dos ministérios, participam ainda a Agência Nacional de Águas (ANA), a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa).
Da Redação - RCA

Prefeitura de Ilhéus assina acordo de cooperação técnica para implantar Lei Anticorrupção

Reunião com Associação transparência Municipal foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus 
 Um dos objetivos da norma é punir servidores e empresas envolvidos em corrupção nos contratos com o poder público.
 O prefeito em exercício de Ilhéus, Carlos Machado (Cacá), assinou acordo de cooperação técnica com a Associação Transparência Municipal para aplicar a Lei Anticorrupção, nº 12.846/2013, com o objetivo de punir servidores e empresas envolvidos em corrupção nos contratos com o poder público. O ato aconteceu na tarde desta quinta-feira, dia 23, no Palácio Paranaguá, e contou com a presença do secretário de Administração, Ricardo Machado, e do presidente da Associação Transparência Municipal, Paulo Sérgio Silva.
Carlos Machado destacou que este é mais um avanço para o controle interno e social no Brasil, e, em Ilhéus, a atual gestão tem implantado mecanismos que contribuem para o combate à corrupção e o aumento da transparência pública no âmbito municipal. Na oportunidade, o secretário Ricardo Machado informou que a Procuradoria Geral do Município (Proger) já deu parecer favorável sobre a assinatura do acordo.
Já o presidente da Transparência Municipal, Paulo Sérgio Silva, afirmou que a empresa poderá sofrer sanções cíveis e administrativas e pagar multas de até 20% do seu faturamento bruto anual, caso seja enquadrada na lei. “A aplicação desta lei no país veio preencher uma lacuna que existia entre a relação do poder público com o privado. Outra questão é o acordo de leniência, que prevê amenizar alguns itens punitivos para a empresa que colaborar com o processo de apuração dos atos ilícitos”, ressaltou. O acordo de leniência é o ajuste que permite ao infrator participar da investigação, com o fim de prevenir ou reparar dano de interesse coletivo, na ação penal.
Vigor – A lei federal nº 12.846, nomeada Lei Anticorrupção, foi promulgada em 1º de agosto de 2013 e o seu texto entra em vigor no próximo dia 29, aplicando-se a atos lesivos de prometer, oferecer ou dar vantagem indevida ao agente público, ou a terceira pessoa a ele relacionada; financiar, custear, patrocinar ou subvencionar a prática dos atos ilícitos.
 No tocante a licitações e contratos, visa frustrar, fraudar, impedir ou perturbar a realização de qualquer ato de procedimento licitatório público e sua natureza competitiva, ou fraudar contrato dela; manipular o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos celebrados com a administração pública; criar pessoa jurídica de modo fraudulento ou irregular para participar de licitação pública ou celebrar contrato administrativo.
Atenciosamente,
Secretaria de Comunicação Social
Tel. 3234-3584
Visite nosso site:
www.ilheus.ba.gov.br

Prefeitura garante que não há bloqueio a qualquer site ou blog

A Secretaria de Comunicação Social informa que não há bloqueio proposital a nenhum site ou blog no âmbito da Prefeitura de Ilhéus e que, pelo contrário, a liberdade de informação faz parte das orientações passadas pelo prefeito Jabes Ribeiro a todos os integrantes da atual administração municipal. A política de comunicação da Prefeitura de Ilhéus é democrática e não inclui em suas diretrizes nenhum tipo de censura de natureza política. E, além de ser uma prática que vai contra a determinação da administração municipal, com tantas facilidades de acesso à informação no mundo digital da atualidade, seria até ingenuidade tentar impedir que os servidores municipais acessassem qualquer veículo de comunicação.   

Além de observar que o provedor da Prefeitura é a empresa OI – que instalou um link de fibra ótica – a equipe técnica do suporte de Tecnologia da Informação (TI) da Prefeitura assegura que todo o sistema de informática da administração municipal está aberto para qualquer auditoria feita por empresa qualificada, quando poderá ser constatada a inexistência de bloqueio direcionado a quaisquer veículos.
De acordo com a equipe da TI, o que pode acontecer é que algum blog, site ou qualquer outro meio digital possa sofrer bloqueios eventuais por iniciativa do firewall instalado no servidor para garantir a segurança do sistema, uma vez que ele, ao fazer a varredura automática, ao encontrar alguma das palavras chaves impede o acesso provisório. No caso de blogs e sites, o alerta pode ser acionado a partir de palavras encontradas no conteúdo dos posts, nas tags ou nos títulos.
Quando o filtro (firewall) encontra uma palavra que considera indevida – e é bom salientar que tais palavras não são determinadas pelos funcionários da Prefeitura e já constam da configuração padrão do software – ele promove o bloqueio automático. Em situações, assim, os funcionários da área de suporte de TI verificam o problema e fazem uma manobra “forçando” a liberação do acesso.
 Secretaria de Comunicação (Secom)

Assistência Social de Ilhéus cria grupo gestor

O grupo vai nortear as ações da SDS no tocante dá vigilancia socioassistencial - Foto SDS
O objetivo da equipe, formada por assistentes sociais, é nortear as ações da SDS no tocante à vigilância socioassistencial bem como garantir a efetivação das políticas sociais, assegurando a promoção dos serviços à comunidade.
 A Secretaria de Desenvolvimento Social de Ilhéus (SDS) criou uma equipe gestora para monitorar, avaliar e gerir o Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O objetivo do grupo, formado por assistentes sociais, é nortear as ações da SDS no tocante à vigilância socioassistencial bem como garantir a efetivação das políticas sociais, assegurando a promoção dos serviços à comunidade.
Para o secretário da pasta, Jamil Ocké, “a implantação dessa nova equipe, formada por profissionais qualificados e comprometidos com o social, irá facilitar o trabalho de toda rede assistencial”.  Do mesmo modo, o responsável pela Gestão do SUAS, Valéria Monteiro, destaca que a equipe irá implementar a organização da secretaria. “Vamos trabalhar também para extinguir vícios existentes há anos nos serviço público”.
Cada representante da equipe ficará responsável pelas áreas de Gestão do SUAS: Proteção Básica, Vigilância Social e Proteção Especial de Média e Alta Complexidade. As ações do grupo irão monitorar e avaliar atividades de programas da SDS exemplo do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e todos os outros serviços da SDS.
 Secretaria de Comunicação (Secom)

Projetos de lazer animam as praias de Ilhéus neste domingo

Os projetos Verão 2014, da TV Cabrália, e Jogos de Verão, da TV Santa Cruz, promovem atrações musicais, de dança e brincadeiras na praia do Sul. As ações de entretenimento contam o apoio da Prefeitura de Ilhéus.
Dois grandes projetos animam as praias do Sul de Ilhéus neste domingo, dia, com o apoio da Prefeitura Municipal. A TV Record/Cabrália promove a última edição do Projeto Verão 2014, na Cabana Gabriela, das 10 às 15 horas, quando haverá apresentação de grupos de dança e atrações musicais como o Grupo Remelexo, Os Panclays, Kidance, Ritmo Dance, Os Mercenários, Bem Bolado, Fuska Maluco e Tom Oliveira, além de aulas de Zumba e sorteios de brindes.  
Já na Cabana Soro Caseiro terá início o Projeto Jogos de Verão,  realizado pela TV Santa Cruz, no período das 10 às 14 horas. As atividades incluem a animação do DJ Djavan, aulas de alongamento, dança e aeróbica, apresentação de grupos de dança, além de brincadeiras como Foot Dupla e slackline.
Para promover mais tranquilidade aos ilheenses e turistas, agentes da Prefeitura de Ilhéus estarão no local, durante a realização dos eventos, assim como em todo o final de semana. Equipes de salva-vidas estarão atentos para evitar afogamentos ou quaisquer outras ocorrências, e trabalhadores da Superintendência de Transito e Transportes (Sutran) vão atuar nas praias, coibindo a circulação de quadriciclos, motos e animais.  
Balneabilidade – De acordo com a Diretoria de Fiscalização e Monitoramento Ambiental (Difim), do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema), publicado no último dia 17 de janeiro, apenas trechos das praias do Marciano (próximo ao bar Litrão) e do Malhado (próxima à Sereia) estão impróprias para o banho. Todos os outros locais estão apropriados. Informações sobre as condições de balneabilidade das praias de Ilhéus estão disponíveis no site da Prefeitura Municipal (www.ilheus.ba.gov.br/) no Espaço do Turista, link Litoral, com atualizações quinzenais.
Limpeza das praias - A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), iniciou, na semana passada, a operação Verão Limpo em diversas praias do município. Os trabalhos haviam sidos concluídos na Praia do Marciano, mas em consequência das chuvas dos últimos dias, que trouxe de volta entulhos e sujeira, a Sedur  voltou a concentrar todo o trabalho de limpeza nas praias do bairro do Malhado, seguindo para a Praia do Cristo e depois as Praias do Sul. Segundo o diretor de Operações, César Benevides a expectativa é que todas as praias estejam limpas até o carnaval.
Postado Por Efe Cinco

Missa de 30º dia

Helder Valiense e família convidam todos os amigos para a missa de 30 dias de falecimento do seu pai, Carlos Valiense, ex-secretário de finança do município de Ilhéus, que será realizada às 19 horas, do próximo domingo, dia 26, na Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Bairro do Malhado. 
Desde já agradeço a todos,
Helder Valiense.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Efetivação na pasta da Saúde de Ilhéus

                                 Secretário Municipal de Sáude de Ilhéus - José Antônio Ocké
       Superintendente Técnica da Secretaria de saúde de Ilhéus   - Gleiciane Birschener

O bancário aposentado José Antônio Ocké não é mais secretário interino da Saúde do governo Jabes Ribeiro. Na Imprensa Oficial Eletrônica saiu, finalmente, a sua nomeação para a titularidade do cargo, após meses na interinidade, em substituição a Ledívia Espinheira. Agora, Ocké é efetivo. Na mesma edição, José Ocké foi exonerado da função de Superintendente do Fundo Municipal de Saúde. Outras mudanças foram anunciadas na pasta, a exemplo da posse de Bruno Barros Magalhães Vasconcelos como novo diretor de Administração e Finanças da secretaria. O indicado é parente da primeira dama, Adryana Magalhães Ribeiro. A nova chefe do Setor de Vigilância Sanitária é Cathiane Sacramento Pinto e Daniela da Silva Araújo Reis assumiu a chefia do setor de Auditoria, Controle, Avaliação e Regulação do Sistema Único de Saúde. Substituindo o odontólogo Eduardo Rocha, exonerado após votar contrário aos interesses do governo no Conselho Municipal de Educação, foi nomeada Denise Alves Pinheiro. A médica Gleiciane Birschener, filha do ex-prefeito de Una, Dejair Birschener, passa a ser Superintendente Técnica da Secretaria de saúde de Ilhéus.
Fonte Programa Alerta Geral on line

Deputados divergem sobre divulgação das notas do Ideb na porta da escola

Postado por Agencia da Câmara

O Distrito Federal e a cidade do Rio de Janeiro já exigem a divulgação das notas. Na Câmara, quatro projetos nesse sentido estão parados na Comissão de Educação há três anos.
Quatro projetos de lei em tramitação na Câmara dos Deputados querem tornar obrigatória a divulgação da nota das escolas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em local de ampla visibilidade ou nos meios de comunicação.
Arquivo/ Leonardo Prado
Lelo Coimbra
Lelo Coimbra é favorável às propostas, mas ainda não apresentou seu parecer.
O Ideb tem uma escala de zero a dez e sintetiza dois conceitos sobre a qualidade da educação: a aprovação e a média de desempenho dos estudantes em língua portuguesa e matemática. 

O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho nas avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Sistema de Avaliação da Educação Básica e na Prova Brasil. Atualmente, o site do Inep divulga os resultados, que também são enviados em formato de boletim para cada colégio.

O relator das matérias na Comissão de Educação, deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES), é favorável aos projetos. "Acho que nós deveríamos fazer um esforço para oferecer para a sociedade e para os pais, a informação sobre o perfil daquela escola em relação à sua nota de desempenho no Ideb. Com isso, o corpo docente, a própria comunidade e os alunos estarão imbuídos em proteger, preservar e promover a sua própria escola, sua experiência escolar."
Arquivo/ Beto Oliveira
Professora Dorinha Seabra Rezende
Professora Dorinha: o aluno que frequenta uma escola com nota baixa no Ideb ficará constrangido.
Mas a proposta não é unânime. A deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), por exemplo, teme a estigmatização da escola. "Se o meu filho está matriculado na escola A, eu quero saber como aquela escola está, quero acompanhar, fiscalizar. Agora, não interessa isso estar na porta da escola. Você imagina o constrangimento de uma criança que está indo para a escola que o Ideb está 3 e vizinho daquela escola tem uma com Ideb 7. Até que ponto isso ajuda a escola a crescer, na medida em que ela passa a ter uma marca, um resultado, que nem sempre reflete o trabalho daquele momento?"
Onde já está valendo
No Distrito Federal, uma lei em vigor desde o ano passado obriga escolas públicas e particulares a divulgarem em suas dependências a classificação no Ideb. 

No município do Rio de Janeiro, a obrigatoriedade vigora desde 2011. Entretanto, na Câmara dos Deputados, as propostas nesse sentido praticamente não evoluíram. A mais antiga delas vai completar três anos (PL 1530/11) e está apensada com as demais (1536/11; 1600/11 e 5325/13) ainda na primeira comissão, a de Educação, onde aguarda a apresentação do parecer do deputado Lelo Coimbra.
Reportagem - Marise Lugullo
Edição – Natalia Doederlein


RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO 2014 DO IFBA

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) divulgou na última sexta-feira, 17, o resultado do Processo Seletivo 2014.


A relação de aprovados para 6450 vagas de 18 cursos superiores e 38 cursos técnicos, distribuídas em 20 cidades baianas, está disponível nesta página (clique).
Os estudantes farão matrícula entre os dias 23 de janeiro a 7 de fevereiro no respectivo campus para o qual foi aprovado.

A lista de documentos está disponível no site. O aprovado que não comparecer para a matrícula nos prazos informados no site da instituição perderá o direito à vaga
Postado por A Guilhotina

Prefeito destaca crença dos empresários em Ilhéus durante inauguração da Buriti

A nova Loja é um dos empreendimentos que vai dinamizar o comercio da zona norte da cidade - Foto Gidelzo Silva - Secom IlhéusA Buriti inaugurou em Ilhéus a maior loja de materiais de construção do Sul da Bahia. Diversas autoridades participaram da solenidade e todas destacaram as potencialidades de Ilhéus e o crescimento do comércio local.
O prefeito de Ilhéus em exercício, Carlos Machado (Cacá), destacou a crença dos empresários nas potencialidades de Ilhéus e da região, como elemento fundamental para o processo de retomada do desenvolvimento. A declaração foi feita durante a inauguração da Buriti, considerada a maior loja de materiais de construção do Sul da Bahia, na manhã de segunda-feira, dia 20, na Avenida Lindolfo Collor, Bairro do Malhado.
O empresário Luiz Ribeiro, diretor geral das lojas Buriti, afirmou que “o Grupo Buriti tem orgulho de sair na frente, de apostar e contribuir para o crescimento de Ilhéus e da região, que em breve, receberão outros empreendimentos importantes”. A empresa,    que funcionava numa área de 400 metros quadrados, na mesma avenida, agora tem 3.000 metros quadrados de área total, sendo 1,2 mil m² de voltados para o atendimento ao cliente show room de produtos, estacionamento privativo (22 vagas) e gera 70 empregos diretos.
A inauguração, nos próximos dias, de uma grande loja – varejista e atacadista – da rede de Supermercados Meira, em frente à Buriti, e o projeto de requalificação da Central de Abastecimento do Malhado – principal centro de comercialização dos pequenos agricultores locais – foram lembrados pelo prefeito Carlos Machado como outras ferramentas de dinamização do comércio na zona norte da cidade. Ele ressaltou, como aspecto fundamental, a parceria da Prefeitura de Ilhéus com a Companhia de Desenvolvimento Regional (CAR), órgão do Governo do Estado, na elaboração do projeto de modernização da Central de Abastecimento, onde foi investido o valor de R$ 450 mil.
Parceria - Presente à inauguração, o diretor presidente da CAR, Vivaldo Mendonça – que representou o governador Jacques Wagner, afirmou que a parceria continua, “porque juntos, Ilhéus e o Governo do Estado, vão unir forças para o financiamento da obra, orçada em R$ 33 milhões. Também destacaram o desenvolvimento do comércio local, os presidentes da Associação Comercial de Ilhéus e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Nilton Cruz e Paulo Ganen, e o secretário municipal de Meio Ambiente e Urbanismo e presidente da Arena (Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos), Antonio Vieira.
A inauguração da nova Buriti em Ilhéus contou ainda com as presenças do secretário de Desenvolvimento Social, Jamil Ocké, do Chefe de Gabinete da Prefeitura, Victor da Veiga, dos presidentes do Sindicom-Ilhéus e da CDL de Itabuna, Antônio Costa e Jorge Fraga, do secretário de Indústria e Comércio de Itabuna, José Humberto Costa, do superintendente regional da Caixa, Marcos Vinicius, do presidente da Associação de Turismo de Ilhéus (ATIL), Marco Lessa, os vereadores Raimundo do Basílio e Ivo Evangelista, o diretor regional da ABIH, Eduardo Fontes, os diretores da TV Santa Cruz e TV Cabrália, Adriano Martins e Marcelo Almeida, entre outros.
 Secretaria de Comunicação (Secom)

Prefeitura de Ilhéus apresenta relatório para obter recursos da Defesa Civil Nacional


A Prefeitura de Ilhéus encaminha até esta terça-feira, dia 21, um Plano de Trabalho à Defesa Civil Nacional referente aos estragos provocados pelas chuvas, visando receber os recursos necessários para atender as famílias atingidas, recuperar áreas danificadas e investir na prevenção.   
  Após o Estado de Emergência no Município de Ilhéus ter sido reconhecido pela Defesa Civil Nacional, conforme publicação no Diário Oficial da União, no dia 13 de janeiro último, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) encaminha até esta terça-feira, dia 21, ao órgão, um relatório completo dos problemas ocasionados pelas chuvas com a finalidade de liberar recursos para ajudar as famílias que foram atingidas diretamente pelas águas. A informação é do Coordenador da Defesa Civil de Ilhéus, Ednaldo Azevedo, salientando que os recursos serão utilizados para o pagamento de aluguéis, aquisição de cestas básicas, retirada de entulhos e execução de contenção de encostas nos morros.
 Ainda de acordo com Ednaldo Azevedo, o objetivo da Sedur, seguindo orientação do prefeito Jabes Ribeiro, não é apenas utilizar os recursos para reparar danos, mas também investir na prevenção, principalmente nos locais que apresentam um maior nível de perigo, a exemplos dos altos do Amparo e da Gamboa, que foram os mais prejudicados com as fortes chuvas que incidiram sobre o município no final de novembro do ano passado. “Com esse Plano de Trabalho que estamos enviando para a liberação dos recursos, teremos todas as condições de colaborar com as famílias atingidas e que não podem mais retornar às suas casas”, afirmou.
 Além de promover a retirada de entulhos que desabaram das encostas, e que, além de afetarem as residências localizadas nos altos, também atingiram muitas delas na parte plana, o superintendente diz que, enquanto os recursos não são liberados pela Defesa Civil Nacional, a Prefeitura continua visitando os locais mais atingidos e alertando as famílias ali residentes, bem como está utilizando lonas plásticas nas encostas com a finalidade de inibir novos deslizamentos. Felizmente, as recentes chuvas não promoveram mais estragos, com o registro apenas de pequenos incidentes, complementou Ednaldo Azevedo.
Fonte: SECOM

CREDIBAHIA REGISTRA BAIXO ÍNDICE DE INADIMPLÊNCIA EM ILHÉUS



Ilhéus comemora o baixo índice de inadimplência do Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (CrediBahia), uma iniciativa do Governo Estadual.
O programa visa estimular o desenvolvimento de pequenos empresários e gerar empregos e renda através de linhas de crédito que podem ser adquiridas individualmente ou em grupo.
De acordo com o coordenador do CrediBahia em Ilhéus, Arlindo Melo, o número de empreendedores inadimplentes chega apenas a 1%.
O programa disponibilizou mais de R$ 500.000,00 para os empreendedores e, em 2014, a meta é disponibilizar R$ 700.000,00.
As linhas de crédito para o aval individual variam de R$ 1.500,00 a R$ 10.000,00 e para o aval solidário estão entre R$ 1.000,00 a R$ 6.000,00; com taxas de juros a partir de 0,41%, podendo chegar até 1,0% ao mês.
A sede do programa fica localizada na Rua Eustáquio Bastos, SAC, sala 02 com atendimento ao público que vai das 7 às 14 horas.
Postado por O tabuleiro.com

Candidato pode conferir se foi pré-selecionado na primeira chamada; matrículas até dia 24


O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) está disponível para consulta on-line dos candidatos. Os estudantes pré-selecionados devem comparecer à instituição de educação superior que fez a convocação até sexta-feira, 24, para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. O resultado da segunda chamada, também on-line, será divulgado em 3 de fevereiro próximo.
Nesta primeira edição do programa em 2014, foi batido o recorde de inscritos, com 1.259.285 candidatos a bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior. De acordo com o balanço final, o número de inscrições chegou a 2.424.354— cada candidato pôde fazer até duas opções de instituição e curso. No ano passado, a primeira edição registrou 1.032.873 candidatos após o encerramento. Em 2012 (recorde anterior), foram 1.208.398.
Neste primeiro semestre, o programa oferece 191,6 mil bolsas — 131.636 integrais e 59.989 parciais, em 25,9 mil cursos. Isso significa crescimento de 18% na oferta em relação à primeira edição do ano passado.
Para concorrer à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Estão dispensados dos requisitos de renda os professores da rede pública em efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Eles concorrem exclusivamente a bolsas para cursos de licenciatura.
Espera — Este ano, há mudança quanto aos procedimentos da lista de espera. Agora, o estudante que não for pré-selecionado nas duas chamadas regulares e quiser participar da lista terá de manifestar interesse pela internet e, em seguida, nas datas previstas em edital, levar a documentação à instituição de ensino na qual pretende estudar. Após esse processo, a instituição terá prazo para avaliar os documentos.
O estudante selecionado receberá o resultado por meio do boletim do candidato, disponível on-line na página do ProUni. Nas edições anteriores, o candidato tinha de manifestar interesse na lista de espera e aguardar a convocação da instituição.
Criado pelo governo federal em 2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005, o ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições particulares de educação superior que ofereçam cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Podem fazer a inscrição os egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular, estes na condição de bolsistas integrais da própria escola.
Financiamento — Para os concorrentes à bolsa parcial, há ainda os benefícios do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O candidato pode custear os outros 50% da mensalidade, sem a necessidade de apresentação de fiador. Para isso, é necessário que a instituição para a qual foi selecionado tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc).
resultado da primeira chamada está disponível na página do ProUni na internet.
Assessoria de Comunicação Social
FONTE : MEC