sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Grande painel artístico é o mais novo cartão postal de Ilhéus





Um grande mural artístico em homenagem aos trabalhadores da lavoura do cacau é o mais novo cartão postal de Ilhéus. Elaborado por uma equipe de artistas plásticos, liderados pelo pintor Rildo Moreira, conhecido popularmente como Rildo Foge, o painel urbano ocupa um paredão de 700 metros quadrados, localizado à Rua Bento Berilo, no centro da cidade, ao longo de diversos pontos que servem ao transporte coletivo.

A intervenção artística foi uma iniciativa da Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Turismo e Esportes (Setur). A obra, que tem sido contemplada por ilheenses e turistas, deu ao centro histórico da cidade um aspecto de Salão de Artes Visuais a céu aberto.  com um grande painel em referência a saga do cacau.

A comerciária Ana Paula Ribeiro, que trabalha numa loja situada na mesma rua, atesta que a pintura do mural agora é considerada por muitos como o mais novo cartão postal da cidade. “Uma obra de arte muito bem feita, que embelezou a cidade mais ainda. As pessoas que passam aqui comentam, param, olham, tiram fotos. Isso vai ajudar bastante ao turismo. Então é interessante que o próximo governo continue incentivando esse tipo ação", avalia.

Aerografia - Com algumas paradas devido às chuvas, a elaboração do trabalho durou dois meses, e foi executado com o auxílio dos artistas plásticos Luciano Maciel (Pipoca) e Sânio Moreira. A técnica utilizada, no maior mural urbano já pintado pelo grupo, foi a areografia, espécie de pintura semelhante ao grafite, a base de esmalte sintético, mais resistente à ação do tempo do que as tintas convencionais.

De acordo com secretário de Turismo e Esportes, Josenaldo Cerqueira, a contratação do serviço de da arte foi executada com recursos do orçamento da própria Setur. “É importante para valorizar a história de Ilhéus. Nós escolhemos aquele espaço para materializar a saga do cacau, desde os trabalhadores rurais até o porto. Os turistas ao chegarem têm um novo cartão postal no centro da cidade”, declara.

Cerqueira também ponderou que, do ponto de vista econômico, o serviço de areografia foi mais viável do que a manutenção do paredão com limpeza e pintura, como foi realizada em anos anteriores. “No governo anterior, foi feita uma revitalização no paredão que custou 76 mil reais, e a gente executou uma obra de arte por 50 mil reais. E ainda valorizamos os artistas regionais”, destaca.

Secretaria de Comunicação – Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário