quinta-feira, 5 de maio de 2016

Pagamento em dia de salários dos servidores de Ilhéus só é possível por causa do ajuste fiscal

Mesmo com todas as dificuldades econômicas do município, a exemplo das oportunidades anteriores, o pagamento será feito até o quinto dia útil.
 Mesmo com as constantes quedas da receita causadas pela crise econômica do País, o prefeito Jabes Ribeiro mantém o compromisso de pagar os salários dos servidores municipais em dia, respeitando o prazo legal de quitação até o quinto dia útil do mês subsequente. Nesse sentido, o chefe do Poder Executivo determinou às secretarias de Administração e da Fazenda esforços para o cumprimento do pagamento dos vencimentos referentes ao mês de abril nesta sexta-feira, 6 de maio.
 A medida atinge diretamente cerca de cinco mil servidores vinculados ao Município e representa o montante de recursos em torno de 13 milhões e meio de reais que é injetado no mercado interno. Após destacar as dificuldades financeiras da administração, realidade que atinge os demais municípios brasileiros, o prefeito Jabes Ribeiro afirma que o pagamento em dia de salários dos servidores ilheenses só é possível por causa do programa de ajuste fiscal.
 Segundo o prefeito, no primeiro trimestre de 2016, a redução da receita municipal aponta para uma crise avassaladora. “Nesse período, a queda do repasse do Fundeb - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica – foi da ordem de 25 por cento, e com relação ao FPM – Fundo de Participação dos Municípios - a redução foi de 15 por cento. Por isso, muitos municípios estão parcelando o pagamento dos salários”, acrescentou Ribeiro.
 Nesse sentido, o prefeito destaca a importância do programa de organização fiscal adotado desde o início da atual administração, que inclui a adequação aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a atualização do Código Tributário do Município. Por sua vez, o secretário da Fazenda, Raimundo Ferreira, enfatiza que o pagamento dos salários em dia, além de manter um compromisso com o servidor favorece também o movimento de recursos no comércio local.

Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário