segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O Supremo deve analisar em breve a ação da OAB sobre a Lei da Ficha Limpa e acabar com as dúvidas a respeito do tema

Postado por |Urbis Noticias


Ministro Luiz Fux liberou para julgamento a ação da OAB pela legalidade de todos os pontos da legislação

Brasília. O Supremo Tribunal Federal (STF) deve voltar a analisar em breve a legalidade da Lei da Ficha Limpa. O ministro Luiz Fux liberou para julgamento a ação em que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que pretende que seja declarada a legalidade de todos os pontos da lei, a fim de que ela seja aplicada sem restrições já nas eleições municipais de 2012.

A validade da lei começou a ser analisada no ano passado, mas foi só em 2011 que o STF decidiu que a norma não poderia ter eficácia para as eleições do ano anterior porque alterava o processo eleitoral e deveria esperar um ano para produzir efeitos.

Vários políticos que tiveram o registro negado foram liberados e puderam tomar posse. Dessa vez, a OAB quer que os ministros do Supremo analisem todos os pontos da Lei da Ficha Limpa, para que os julgamentos não se limitem ao caso de cada político.

Entre os pontos controversos que serão analisados, estão a retroatividade da lei se ela pode atingir casos que ocorreram antes de a norma entrar em vigor e o princípio de presunção de inocência, ou seja, se a condenação por crimes em segunda instância é suficiente para tirar um político da disputa eleitoral.

Em entrevista recente, Fux disse que vai analisar todas as questões sobre o caso e que as eleições do próximo ano correrão com regras claras sobre o assunto.

"Eu vou julgar todas as questões, não vai ficar nenhuma dúvida. Não vai ficar pedra sobre pedra. As eleições vão se realizar com pleno esclarecimento da população sobre o que pode ou não pode fazer, quem pode se candidatar e quem não pode se candidatar", disse o ministro do Supremo.

A ação da Ordem dos Advogados do Brasil corre em conjunto com outros dois processos ajuizados pelo PPS também para garantir a validade da lei e pela Confederação Nacional das Profissões Liberais, que quer que o artigo que trata de inelegibilidade por perda de registro profissional seja considerado ilegal.

Cargos de confiança

O ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, afirmou na última semana, durante o lançamento de um relatório sobre transparência, que o órgão estuda junto ao Poder Executivo a possibilidade de exigir ficha limpa para nomeados ao governo.

De acordo com a assessoria de imprensa da CGU, a iniciativa valeria para os cargos do alto escalão. "Estamos discutindo entre ministros, ainda não com a presidente (Dilma Rousseff)", informou. Contudo, Jorge Hage não deu detalhes sobre há quanto tempo a proposta é debatida ou quando ela poderia sair do papel.
Fonte: Diário do Nordeste

Ilhéus : Polícia investiga assassinato de funcionário público com possibilidades de latrocínio ou crime passional

postado por Agravo Ilheense PDF Imprimir E-mail
Escrito por Jamesson Araújo   
jpg/clemos3110.jpgSegundo a polícia, o carro de Cláudio Lemos, um Focus preto, placa NTI-7192, está desaparecido. Documentos e celulares da vítima também foram roubados.
Segundo Irineu Andrade, responsável pela 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), a polícia ainda está tentando traçar os últimos passos de Cláudio Lemos, que morava sozinho e foi visto com vida pela última vez pelo namorado na sexta-feira - em depoimento, o namorado disse que chegou a falar com Cláudio pelo telefone no sábado à tarde.
"Trabalhamos com a possibilidade de crime passional, mas o companheiro negou envolvimento e tem um álibi que estamos checando. A outra possibilidade seria de latrocínio, já que o carro e outros objetos foram levados", diz Andrade, que acrescenta que nenhuma hipótese foi descartada pela polícia. Lemos e o namorado não tinham nenhum histórico de violência.
O corpo de Cláudio Lemos foi encontrado por volta das 16h no KM 4 da rodovia que leva a Itacaré. O corpo já apresentava rigidez, o que levou a polícia a estimar que sua morte aconteceu entre 10h e 12h do domingo.

“Acho que o Legislativo brasileiro ainda é muito subserviente ao Executivo”

Postado por Bocão News

Por: Luiz Fernando Lima
O sociólogo Rosemberg Pinto (PT) chegou à Assembleia Legislativa este ano e já é cotado como principal nome da base governista para assumir a presidência da Casa, após os três mandatos ininterruptos de Marcelo Nilo (PDT). Rosemberg traz na bagagem uma vasta experiência como gerente de comunicação da Petrobrás, além de 30 anos de militância no seu partido. O petista teve mais de 70 mil votos divididos em 300 municípios do estado. Nesta entrevista ao Bocão News, Rosemberg tece comentários acerca de criação do PSD, dos trabalhos no legislativo e da vida política do PT. O parlamentar defende posições polêmicas como o aumento de verba para a Assembleia e a diminuição de sessões plenárias. Para ele, é mais importante que os parlamentares se concentrem nos trabalhos das comissões temáticas ao dia a dia do plenário. Confira a entrevista na integra:

A Assembleia Legislativa há quatro semanas está com os trabalhos comprometidos. Muitos atribuem esta situação a dois fatores. O primeiro seria a necessidade de suplementação e eventuais desgastes com a base governista em decorrência de cortes nas verbas indenizatórias. O segundo seria provocado pela criação do PSD e as consequentes mudanças nas comissões temáticas. Gostaria que o senhor comentasse este momento do Legislativo baiano.

Eu acredito que esta paralisação das atividades da Assembleia se deu muito mais em função desta movimentação do PSD que de qualquer outra situação. Houve uma solicitação do PSD com relação a recomposição das comissões, o que é um legitimo direito do partido, para fazer isso são necessárias três sessões ordinárias. Já passamos duas, segunda (24) ou terça-feira (25) devemos ter resolvido isto. Com relação à despesa e receita da Assembleia, creio que seja uma questão menor. O ano passado quando foram verificar a situação financeira da Casa havia um déficit de R$ 51 milhões. O governo, em dezembro, entrou com a suplementação e fecharam o ano. Este ano o deputado Marcelo Nilo (PDT) – presidente da Assembleia – vendo chegar dezembro, colocou o ponto antecipadamente. Isto já se solucionou. Eu tinha a convicção de que o governo do estado iria honrar estes compromissos e vai honrar. Agora, isto também serve como uma experiência para que não deixemos acontecer nos próximos anos. Nós temos que trabalhar ajustados. Se o nosso orçamento é “x”, então nós temos que planejar para utilizar este valor. O governo está enviando a proposta de Orçamento para o próximo ano nos próximos dias e o relator terá que trabalhar para colocar nesta proposta algo que esteja dentro da nossa realidade do ano seguinte para não termos que ficar buscando o governo a todo instante.

O presidente Marcelo Nilo falou em cortes. Houve de fato redução ou bloqueio das verbas indenizatórias?

Até o mês de setembro foram honrados todos os compromissos da Assembleia. Ainda não terminamos outubro. Eu tenho a convicção de que até o final do mês todos os compromissos serão honrados e não vamos ter nenhum tipo de problemas com relação ao pagamento dos deputados.

O salário do deputado é de 20 mil reais, a verba de gabinete é de R$ 60 mil. Outros R$ 29 mil destinados a verba indenizatória e mais auxílio combustível. O custo/benefício para a sociedade na sua a opinião é justo?

Eu quero debater isto com a sociedade. Não tenho nenhum problema em dizer isto. Eu ganhava mais na Petrobras do que ganho como deputado. Acho que o salário é extremamente pequeno. Até porque não é R$ 20 mil. Este é o valor bruto, quando vai abater tudo, o deputado fica com R$ 12 mil. É um valor muito pequeno para o deputado com a responsabilidade que tem. Os R$ 60 mil é para custear as pessoas da Assembleia, não é para o deputado. O parlamentar tem a prerrogativa de indicar os assessores. Nós estamos num estado enorme. Eu, por exemplo, tive 70 mil votos. Fui votado em 300 municípios da Bahia. Preciso, portanto, manter pelo menos alguns assessores regionais. Como é que a Assembleia vai pagar isso? Eu não posso tirar isto do meu salário. Os R$ 29 mil de verbas indenizatórias servem para pagar toda a logística que um deputado tem. Quero lhe dizer que a Assembleia da Bahia é a terceira do Brasil com o menor custo. Nós gastamos menos que Sergipe e Pernambuco. Eu defendo que amplie a verba para a Assembleia.

O seu nome é ventilado como um possível candidato do governo à sucessão de Marcelo Nilo na presidência do Legislativo, depois voltamos a isto. Agora, gostaria de saber se lhe causa alguma estranheza o fato de nenhuma das contas da Assembleia terem sido julgadas no Tribunal de Contas do Estado (TCE) desde que Nilo assumiu o comando da Casa em 2007?

Não. Porque não é uma coisa específica da Assembleia Legislativa da Bahia. Existem em Câmaras de Vereadores situações semelhantes. Não é uma coisa que a gente possa colocar de forma negativa ou positiva. Para fechar esta outra coisa da Assembleia queria colocar o seguinte: eu sou contra a reeleição ininterrupta para presidência da Casa. Admito que possa ter uma reeleição na outra legislatura, porque não é considerado reeleição. Coloquei esta minha posição e talvez seja por isso que as pessoas colocam o meu nome como o de alguém que possa concorrer à presidência. Por esta minha defesa, que não é só minha, o deputado Álvaro Gomes (PCdoB) também defende este modelo. Eu proponho que isto valha após esta legislatura, até para evitar que pareça algo contra o deputado Marcelo Nilo. Tudo que tenho dito na impressa, tenho também conversado com ele. Eu defendo que aprovemos esta medida, valendo para 2015.

O senhor é posto como um dos possíveis candidatos porque transita bem dentro da base governista e também entre os deputados da oposição. Também tem uma participação efetiva dentro das políticas municipais. O PSD surge em um cenário no qual o PT trabalha com a possibilidade ter a sua maior vitória eleitoral em eleições municipais da história. Como é que o senhor avalia o PSD neste momento e o quê projeta para o futuro. O PT está ajudando a criar um monstro, que pode se virar contra a legenda no futuro?

Não trabalho com esta ideia. Eu penso que a criação deste novo partido já era esperada, não passando, portanto, pelas mãos do Partido dos Trabalhadores. O PT, aqui na Bahia, pelo fato do vice-governador Otto Alencar ser o presidente da nova legenda e estar alinhado com o governo do estado, apoiou esta caminhada com naturalidade. Otto Alencar tem dito em todos os momentos que este partido não fará, em 2012, oposição ao PT. Obviamente pode acontecer uma ou outra situação isolada que é próprio da vida política, mas a tese é de aliança. Agora, é lógico que o PSD nasce com uma musculatura muito grande e que poderá ser um adversário forte do PT lá na frente. Acredito que em 2012 e em 2014 será um dos parceiros prioritários. Sem dúvida alguma ele passa a ser uma ameaça ao PT lá na frente, porque neste momento há o governador Jaques Wagner e o vice Otto Alencar que consolidam esta união. Isto em 2015 ou 2016 certamente vai mudar, quando estes dois atores não estiverem à frente dos processos.

O PSD tirou muitos quadros de partidos da oposição ao PT. Um dos que mais perdeu nacionalmente foi o DEM. O objetivo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era extirpar o antigo PFL. O plano tem dado certo?

Eu não sou daquele acho que se deve matar o adversário para sobreviver. Eu trabalho com a ideia de que o adversário está ali para contrapor a minha opinião e mostrar para a sociedade uma ideia diferente. Acho que o Lula até brincou quando fez aquela afirmação. Sei que a imprensa cobra esta posição de nós do PT. Na verdade, acredito que a sociedade é que vai dizer se o projeto será o do DEM, do PSD ou do PT. Penso que neste momento a sociedade vem consolidando a cada dia mais o projeto do PT.  Interessante que atualmente se fala muito em corrupção. O DEM aparece como o partido defensor desta suposta limpeza. Acontece que na última semana saiu o resultado de uma pesquisa com um ranking dos partidos que tiveram parlamentares cassados por corrupção e em primeiro lugar está o DEM e em segundo o PMDB. O PPS está na frente do PT, o PT é o décimo. Se analisarmos pela ótica da corrupção, o DEM está em primeiro lugar. Portanto, eles não têm nenhuma legitimidade para acusar o PT de nada.

Mas cada caso de corrupção deve ser visto individualmente. O senhor não concorda com isso?

Sim. Lógico.

Voltando para as atividades na Assembleia. O senhor é um defensor de que os deputados deveriam trabalhar mais nas comissões do que em plenário. A sociedade e a imprensa, de modo geral, costumam cobrar maior participação nas sessões. Gostaria que o senhor falasse um pouco mais sobre os trabalhos neste espaço do Legislativo?

O debate rico, na minha opinião, se encontra nas comissões. Eu defendo que não tenha sessão plenária nas segundas e nas quintas, e que a gente (deputados) priorize nestes dias os debates nas comissões. A prática já nos diz isso. Dificilmente nós votamos algo nestes dois dias. Geralmente, votamos nas terça e na quarta. Acho que é o momento de concentrarmos os debates nas comissões. Nelas temos a possibilidade, por exemplo, levar convidados para esclarecer situações. Nós não temos, a não ser em sessões especiais, a possibilidade de levar uma personalidade extra ao parlamento no plenário, mas nas comissões temos. Ai sim, nós teremos condições de dialogar mais profundamente com a sociedade. Se não fizermos na comissão um trabalho constante não estaremos dialogando com a sociedade.

O senhor acredita que os trabalhos nas comissões neste ano foram tão qualificados e intensos quanto o esperado?

Acho que nós caminhamos bastante. Quero parabenizar todas as comissões porque funcionamos bem. Óbvio que com problemas isolados em uma ou outra, mas de um modo geral foi tudo bem. Quero aqui frisar o trabalho da comissão de territorialidade que tem se debruçado sobre um problema antigo que é a regularização das fronteiras municipais. Porque sempre há divergências sobre isto. A comissão que eu presido que é a de Defesa do Consumidor também fez um bom trabalho. Levamos debates como banco, abate clandestino de carne bovina. Fizemos um debate importante sobre a Embasa, num momento em que se questionava o aumento da tarifa. Levamos o presidente da empresa para discutir e argumentar. Fizemos um debate público. Na minha opinião foi bom. Não foi acima da minha expectativa, mas esteve mais intenso do que as pessoas afirmam que era nos anos anteriores.

A Bahia se divide deputado?

Não se divide. A Bahia é plural, é enigmática. Ela tem esta diversidade pela sua forma de pensar e por esta diferença regional. Estes discursos levam a um debate extremamente superficial. Nós tivemos este debate sobre a divisão do sul da Bahia puxado pela Fernando Gomes no passado. Não teve sucesso e a sociedade rejeitou está situação. Agora, creio que não será diferente. Não vejo respaldo popular para isto.

Deputado, com a entrada do PSD a base governista cresce mais. O senhor falou há pouco da importância das oposições para o desenvolvimento da democracia. O que vemos por outro lado é que a Bahia caminha para ter uma unidade muito grande em torno do projeto do PT. O senhor acredita  que este movimento em direção ao governo pode atravancar os trabalhos parlamentares, no sentido de dificultar que as prerrogativas dos deputados, tais como fiscalizar o governo, sejam cumpridas?

Não penso a Assembleia Legislativa como oposição e governo. Ali, tem um grupo que se aglutina como maioria e outro como minoria. Até porque os 45 ou 46 deputados que estão unidos dentro de uma visão de apoio à chapa majoritária que governa a Bahia pensam diferente. Ocorre que o que faz a democracia é a independência dos poderes e a possibilidade de debater os projetos que chegam ao parlamento, independente de quem esteja assinando abaixo. Eu tenho um respeito muito grande pela oposição lá. Pelas pessoas que se intitulam oposição. São pessoas aguerridas e competentes e estão ali porque a sociedade entendeu que deveriam defender aqueles interesses. Por isso que eu acredito que a democracia vai se dar muito mais pela capacidade da Assembleia se organizar enquanto Poder independente do que pelo tamanho da bancada.

Mas esta relação não é direta? O senhor pode afirmar que atualmente a Assembleia é um Poder independente na Bahia?

Não é uma coisa da Bahia. Isto acontece em todo o país. Acho que o Legislativo brasileiro ainda é muito subserviente ao Executivo.

O senhor acredita que as leis como a que proíbe a aprovação de qualquer projeto que onere o Estado engessam os deputados?

Contribuí sim. Acho que deve haver limites, pois precisamos trabalhar com responsabilidade. Mas o deputado não poder apresentar projetos que provoquem qualquer ônus ao Estado é surrealismo. Primeiro porque o deputado fica ali apenas apresentando moções, títulos de cidadania e, em minha opinião, isto empobrece o papel da Assembleia Legislativa do Brasil. Acho que é necessário promovermos uma reforma política para atacar isto. O Poder Legislativo é muito subserviente ao Poder Executivo no Brasil. Não são deputados que são subservientes, o problema é estrutural. Eu sinto que há um movimento pela consolidação desta independência. Inclusive esta vinculação do proporcional ao Executivo leva a isso. Porque o deputado se elege vinculado a uma chapa majoritária. Com isso você acaba fidelizando está relação.

Fotos: Paulo Macedo // Bocão News|

Mundo chega a marca de sete bilhões de habitantes

Postado por Atarde on line
Agência France Presse
Agência EFE
Danica receberá uma bolsa de estudos e seus pais uma quantia em dinheiro para abrir uma loja
Danica receberá uma bolsa de estudos e seus pais uma quantia em dinheiro para abrir uma loja















 A Ásia, onde vivem dois terços da população mundial, recebeu simbolicamente o ser humano número sete bilhões, uma pequena filipina de nome Danica cujo nascimento foi celebrado em Manila e ilustra os desafios planetários de crescimento demográfico.

O planeta atingiu a população de seis bilhões em 1999. Na ocasião, a ONU escolheu Adnan Nevic, um menino nascido em Sarajevo, como representante simbólico da marca. Desta vez, a ONU optou por não designar nenhuma criança com antecedência e vários países pretendiam reivindicar a efeméride.

Danica May Camacho, nascida no domingo (30), dois minutos antes da meia-noite, no José Fabella Memorial Hospital, um centro público da capital filipina, tem 2,5 quilos. Seus pais, Florante Camacho e Camille Dalura, foram felicitados por representantes das Nações Unidas.
"É muito bonita. Não posso acreditar que seja a habitante sete bilhões do planeta", comentou emocionada Camille Dalura na sala de partos, invadida pela imprensa.

Danica receberá uma bolsa de estudos e seus pais uma quantia em dinheiro para abrir uma loja.

"O mundo e seus sete bilhões de habitantes formam um conjunto complexo de tendências e paradoxos, mas o crescimento demográfico faz parte das verdades essenciais em escala mundial", declarou a representante do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) nas Filipinas, Ugochi Daniels.

Torcida faz festa no desembarque do Vitória

Postado por jornal atarde on line


Moysés Suzart/Agência A Tarde
Torcida recebeu os jogadores rubro-negros ao som de "vamos subir negô"
Torcida recebeu os jogadores rubro-negros ao som de "vamos subir negô"
















Os jogadores do Vitória tiveram uma recepção calorosa no desembarque da delegação rubro-negra em Salvador, após o triunfo por 2 a 1 sobre o Boa Esporte, no sábado, 29, pela 33ª rodada da Série B 2011. De acordo com a segurança do Aeroporto Internacional de Salvador, cerca 150 torcedores compareceram ao local na tarde deste domingo, 30.

Os atletas mais procurados pelos rubro-negros foram o atacante Marquinhos e o zagueiro Jean, autores dos gols sobre o time mineiro. O goleiro Douglas, que realizou grandes defesas e segurou o resultado, também foi muito assediado pela torcida.

A delegação foi recepcionada com grito de “vamos subir nêgo”, música que embalou o rubro-negro na último acesso à Série A, em 2007. Depois, alguns torcedores acompanharam de carro o ônibus do clube até a concentração na chácara Vidigal Guimarães, fazendo um buzinaço pela Avenida Paralela.
O técnico Vágner Benazzi, cauteloso, acha que a festa é válida, mas lembra que é necessário ter pés no chão. “É muito bom que os torcedores comemorem, mas os jogadores têm que ter pés no chão, porque não estamos no G-4 ainda. Gostaria dessa mesma recepção contra o Salgueiro, casa cheia, com 35 mil torcedores no Barradão”, diz.

Os resultados da 33ª rodada ajudaram muito o Leão. O Bragantino empatou com o Icasa, em Bragança, por 1 a 1, enquanto o Náutico venceu o Sport por 2 a 0, nos Aflitos. A combinação e os três pontos conquistados sobre o Boa Esporte deixaram o Vitória na quinta colocação, com 50 pontos, um a menos que o quarto colocado Americana.

Na próxima rodada, o rubro-negro joga em casa, na sexta-feira, 4, às 20h30, contra o Salgueiro. A expectativa é de casa cheia. Se vencer o time pernambucano e o Americana perder ou empatar com a Ponte Preta, jogando em Campinas, o Leão estará automaticamente no G-4 da Série B, faltando quatro  jogos para o fim do campeonato. A preparação para o duelo decisivo já começa na segunda-feira, 31, no turno da tarde.

Deputados federais e estaduais defendem implantação do Porto Sul

Postado por Tropa de Elite
Ilustração de como vai ficar o Porto Sul

Deputados federais e estaduais ligados ao Sul da Bahia estão mobilizados em defesa da implantação do Porto Sul, um projeto  que terá investimentos do governo estadual, governo federal e da  iniciativa privada no valor de ordem de R$ 2,6 bilhões, gerando  2 mil empregos diretos e indiretos na fase de construção e, quando entrar em operação,  27 mil postos de trabalho diretos e indiretos no porto e nas regiões do entorno. Para o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) “o Porto Sul significa a continuidade do desenvolvimento do Brasil, através de um sistema de integração que vai proporcionar o escoamento de produtos não só da Bahia, mas de outros estados do Norte e Centro/Oeste do país”. Para ele, “é necessário que haja uma mobilização de todos os segmentos para que o Porto Sul seja implantado, já que para o Sul da Bahia, que precisa acompanhar o ritmo de desenvolvimento de outras regiões do Estado”.

O deputado estadual Augusto Castro (PSDB) entende que “esse empreendimento do Governo Federal e do Governo do Estado é muito importante para a nossa região, que sempre dependeu apenas da lavoura cacaueira. Trata-se de uma nova oportunidade de desenvolvimento, de geração de empregos na área industrial, comercial e prestação de serviços”. “Como deputado aqui da região, me proponho a colaborar com esse projeto, porque acredito que a Bahia vai melhorar sua infra-estrutura e sua logística. O Porto Sul vai permitir a exportação de soja e de minérios através de Ilhéus. É um grande presente para a nossa região”, afirma.

A deputada estadual Ângela Souza  (PSD), que é presidente da Comissão de Infraestrutura no legislativo estadual, ressalta que  “a população vê nesse investimento a grande saída para o desenvolvimento da região. Outra grande luta é para a qualificação da mão de obra, para que  as vagas de emprego sejam ocupadas pela população da região”. Na Assembléia Legislativa foi criada uma comissão para promover articulações em defesa do Porto Sul, evitando qualquer impasse que venha atrasar as obras desse empreendimento.

domingo, 30 de outubro de 2011

Presidente Dilma Rousseff suspende pagamento dos convênios com ONGs por 30 dias


A Presidente Dilma Rousseff determinou uma devassa nos contratos firmados por todos os órgãos da administração federal (ministérios, empresas públicas, autarquias) com ONGs, que terão automaticamente os repasses suspensos a partir desta segunda-feira. O decreto, que será publicado nesta segunda-feira no "Diário Oficial da União", dá prazo de 30 dias para que seja feito um pente-fino nos convênios, com o objetivo de avaliar a regularidade da execução dos serviços das entidades privadas sem fins lucrativos.

ASSASSINADO CLAUDIO LEMOS LIMA.

Postado por Correia Neles

Foi assassinado o Chefe da 25ª Seção do Tribunal Regional Eleitoral de Ilhéus o Sr. CLAUDIO SOARES LIMA, morador do Caminho 4 casa 15 no Bairro da URBIS.

Informações chegadas agora a esse Blogueiro, o Assassinato ocorreu no Bairro do São Domingos. 

O Senhor CLAUDIO SOARES LIMA, era uma pessoa muito querida.

A policia está investigando o assassinato para determinar a causa, pois o carro da vítima foi LEVADO PELOS ASSASSINOS.


Pais não podem terceirizar educação dos filhos



Ketty e Pedro são casados há 30 anos e têm sete filhos e três netos
Com o empenho sempre maior por parte do pai e da mãe no mercado de trabalho, o tempo dedicado para estar com os filhos é cada vez menor e muitos acabam "terceirizando" o trabalho de educar. Qual as consequências disso para a formação das crianças?

Para o casal Pedro e Ketty de Rezende, formados pela Associação para o Desenvolvimento da Família e pelo Centro de Estudos da Educação, ao passar o trabalho de educar para a escola, a babá, ou ainda para a televisão, os pais estão abrindo mão de um grande privilégio e de um de seus maiores deveres.

"A principal confusão vem do fato de pensarem que educar e instruir são a mesma coisa; embora uma boa escola seja um excelente ambiente de instrução, poucas são as escolas aptas a ajudarem os pais na formação dos filhos em aspectos de caráter e personalidade que transcendem o aprendizado acadêmico", destacam os entrevistados.

Da mesma maneira, uma boa babá pode cuidar muito bem dos filhos, mas não pode ser parte de sua função educá-los. No máximo, ela não os "deseducam", alertam Ketty e Pedro.

Existem ainda aqueles que esperam que a televisão eduque seus filhos, o que é algo bem pior, no ponto de vista dos entrevistados.

"Como um dos objetivos principais da mídia televisiva é a geração de audiência que leva a se maximizar o lucro financeiro, as decisões sobre que programas devem ir ao ar são baseadas não em critérios que promovam valores familiares, mas em como podem ser exploradas situações que levam à fixação de atenção dos espectadores, por sua curiosidade, sua vulgaridade ou sensações de emoção", ressaltam.

O que leva os pais a terceirizar a educação dos filhos?

A presença dos pais na educação é insubstituível. Resta analisar o motivo que leva alguns pais e mães a se convencerem que não têm alternativa a não ser ceder a outros o maravilhoso privilégio de educar seus próprios filhos. Entre as alegações estão o empenho no trabalho e a falta de tempo.

“A palavra chave aqui é tempo. Mas, o uso do nosso tempo, como de qualquer outro recurso (escasso) de O casal reforça que todas essas maneiras de se terceirizar a formação dos filhos que dispomos, é uma questão de preferência, de decisão própria segundo a aplicação de nossos valores pessoais”, salientam.

Com a experiência de 30 anos de casamento, com sete filhos e três netos, Ketty e Pedro salientam que são os benefícios do trabalho que justificam o investimento de tempo, portanto é fundamental não perder de vista que este é um meio e não um fim. 
Arquivo Pessoal
Para os professores universitários Ketty e Pedro encontrar tempo para estar com a família é uma questão de prioridade
“Por outro lado, nosso cônjuge, nossa família e nossos filhos são o resultado de uma decisão consciente e livre que tomamos quando contraímos matrimônio, e os frutos desta que é nossa maior vocação de vida, jamais podem ser postos num plano inferior ao de qualquer outra atividade humana”, diz Ketty.

Portanto, delegar a terceiros a formação humana de valores, de princípios e de virtudes dos filhos, no que deve ser um processo condutivo ao desenvolvimento de pessoas íntegras, honestas, responsáveis, auto-confiantes, de caráter idôneo, preparadas para "servir os demais altruisticamente", é uma das grandes causas de famílias mal-estruturadas, com filhos sem ideais nobres, pais ausentes e casais cuja união não é fundada no amor e na doação.

“A conciliação trabalho-família deve, inevitavelmente, passar pela realização de que aquele é um meio, de que um trabalho que exige tirar da família um pai ou uma mãe a ponto deste faltar às suas responsabilidades e deveres de esposo e de progenitor não é um trabalho para um pai ou uma mãe de família”, ressaltam.

Para Ketty e Pedro, é uma questão de priorização que deve ser estabelecida à luz de critérios de quem sabe que uma pessoa só pode ser bem sucedida profissionalmente se for, antes, um pai bem sucedido.


Desafios na educação dos filhos

Segundo o casal,  o maior desafio dos pais hoje é desmascarar as falsidades embutidas nas diversas ideologias que promovem o hedonismo (teoria de que o prazer é o supremo bem), banalizando o sexo e colocando-o a serviço do prazer próprio numa atitude utilitarista do outro.

“Desmascarar a tirania do relativismo de uma sociedade permissiva, que despreza a vida na sua origem e nos seus últimos momentos e mostrar aos filhos a lógica retorcida por trás da ideologia do gênero que descaracteriza a sexualidade humana e cuja propagação ataca o conceito do amor humano que se realiza no seio de uma família" estão entre os maiores desafios na educação dos filhos, ressalta o casal.

Para eles, os pais não devem se desencorajar pois a solução está ao alcance deles. Eles são os protagonistas na educação de seus filhos, ele é um direito inalienável. E ninguém mais do que eles tem o poder de impactar a vida de seus filhos ao viverem o amor enamorado, o amor doação e o amor conjugal.

“Uma escola de amor encarnado na vida de seus pais marca a vida dos filhos de forma permanente, imunizando-os às mentiras das ideologias pois são testemunhas da verdade!”, enfatizam.

FESTA DO EDUCADOR: SUCESSO TOTAL

QUASE 1000 PESSOAS PARTICIPARAM DA CONFRATERNIZAÇÃO DA APPI/APLB.









FORAM SORTEDOS, ALÉM DE PEN DRIVE E KITS DA NATURA , DVDs, MICRO SYSTEMS, NOTEBOOK E TV LCD.
OUTUBRO: MÊS DO EDUCADOR!!

Renovação de matrícula na rede estadual vai até dia 25 de novembro

Postado por Bahia on Line

Confirmação servirá para que escolas planejem as atividades para o ano que vem

Crédito: Arquivo
O estudante da rede estadual da Bahia tem até o dia 25 de novembro para confirmar o interesse em permanecer na unidade escolar e a série que irá cursar e 2012.

Para isso, o aluno precisa devolver ao colégio uma carta elaborada pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, junto com o termo de renovação emitido pelo Sistema de Gestão Escolar (SGE).

A renovação é uma oportunidade que as escolas têm para se planejar para as demandas do próximo ano letivo.

Confirmação servirá para que escolas planejem as atividades para o ano que vem

Crédito: Arquivo

sábado, 29 de outubro de 2011

Finaliza o calendário de visitas às escolas em Ilhéus

No próximo dia 08 de novembro, os integrantes do Programa O MP e os Objetivos do Milênio, em Ilhéus, realizam a última visita às escolas públicas, marcadas para o ano de 2011. Serão visitados o Colégio Estadual Moisés Bohana e a Creche Dom Eduardo, esta da rede municipal de ensino. A saída dos participantes em direção às escolas está marcada para 8h, no Escritório Regional do Ministério Público da Bahia,na Avenida Marcus Paiva, 480, Cidade Nova Ilhéus.
Veja o calendários de visitas de 2011:
DATA
HORÁRIO
ESCOLAS
12-07-2011
8h
Pinóquio, Basílio e IME - REALIZADA
26-07-2011
14h
Barão de Macaúbas, IME Pontal, Eduardo Catalão -REALIZADA
16-08-2011
8h
Aderno, Ponta da Tulha, Juerana e  Retiro- DESMARCADA-PARALISAÇÃO NACIONAL DE PROFESSORES
30-08-2011
8h
Salobrinho- REALIZADA
13-09-2011
8h
Tupinambá de Olivença- REALIZADA
04-10-2011
8h
Aritaguá I e Grupo Escolar do Iguape- REALIZADA
18-10-2011
14h
Barra do Itaípe, Paulo Américo e Pequeno Davi- DESMARCADA EM FACE DO SIMULADO DE INCÊNDIO NO IME
08-11-2011
8h
Moisés Bohana e Creche Dom Eduardo

PARTICIPE TAMBÉM!

Audiência pública mostra projeto do Porto Sul

Do Diario da Bahia
Área onde o porto será construído
O Ibama realiza neste sábado, dia 29, à partir das 14 horas, no Centro de Convenções de Ilhéus a Audiência Pública para a apresentação e discussão do Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental, projeto do Governo da Bahia, com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento, e da iniciativa privada. A audiência é aberta a todos os segmentos da sociedade organizada, que terão a oportunidade de sanar dúvidas sobre o projeto. 


A partir do momento em que o Ibama recebeu o EIA/RIMA e definiu a data da audiência pública, o Goveno da Bahia, realizou cerca de quarenta encontros em Ilhéus e cidades da região, para a apresentação do EIA/Rima. Todas as localidades na área de influência do projeto foram visitadas e também aconteceram encontros com dirigentes de associações de moradores, sindicalistas, profissionais de comunicação, portuários, comerciários, bancários, agricultores familiares, pescadores, marisqueiras, etc. 


O relatório também foi debatido em encontros realizados em Itacaré, Uruçuca, Coaraci, Itajuipe e Barro Preto e na Associação dos Municípios do Sul, Sudoeste e Extremo Sul da Bahia (Amurc), com a presença de prefeitos, vereadores e da comunidade. Além disso, cópias do EIA/RIMA foram disponibilizados em prefeituras, câmaras de vereadores, escolas, associações comunitárias e na internet. “Nosso objetivo é dar o máximo de transparência ao processo de implantação do Porto Sul, mostrando para a população todos os pontos do projeto e abrindo espaço para discussões e sugestões”, afirma o assessor da Casa Civil, Eracy Lafuentes.

TRANSPARÊNCIA E DESENVOLVIMENTO

"Essas reuniões foram fundamentais para que a população das áreas no entorno do porto pudessem ter conhecimento do projeto e conhecer as preocupações do Governo da Bahia com a questão ambiental e a inclusão social”, afirma Aldicemiro Ferreira Duarte Luz, o Mirinho, coordenador do Comitê de Entidades Sociais em Defesa de Ilhéus (Coeso). A secretária chefe da Casa Civil, Eva Chiavon, lembra que “a escolha da localização do Porto foi orientada por cuidadosos estudos de viabilidade. A Região Sul da Bahia abriga o terceiro maior polo urbano do Estado e vem enfrentando graves problemas econômicos e sociais, decorrentes da crise do cacau e com esse projeto entrará na rota de um ciclo virtuoso de prosperidade econômica e social, abrindo uma janela de oportunidades para novos investimentos”. 



Para o governador Jaques Wagner, “a audiência pública vai esclarecer a população sobre o projeto e mostrar que o Porto Sul é fundamental para o desenvolvimento regional, já que faz parte de um complexo intermodal que inclui a Ferrovia Oeste-Leste e o novo aeroporto de Ilhéus, além do gasoduto da Petrobrás e de uma Zona de Processamento de Exportações”. Wagner garante que “a ferrovia e o porto não prejudicarão outras atividades como o turismo e o cacau, ao contrário, elas se complementam”. 


O Porto Sul será construído em Aritaguá, litoral norte de Ilhéus, com cais off shore, a 2,5 quilômetros da costa. Os investimentos para a realização da obra são de R$ 2,4 bilhões, com a geração de cerca de 2500 empregos diretos e indiretos na fase de construção e de 27 mil empregos diretos e indiretos quando estiver em operação.

Nova Programação da Radio Cultura de Ilhéus

Na próxima Terça- Feira (01/11),a Rádio Cultura de Ilhéus mudará sua grade de programação diária.
Segundo informações do Diretor Geral Célio Santos. O Locutor TONY MATIOLI  vai comandar o "SHOW DA MANHÃ", o "FATO EM DETALHES" comandado pelo Locutor MALTEZ DE ATAÍDE será ás 09:00hs da manhâ. 
Pela tarde uma das novidades é o Apresentador,Locutor, e Repórter Esportivo Edmundo Santos, que após ter passado quase dez anos na Rádio Santa Cruz AM 1090, vai para AM 690 (Rádio Cultura de Ilhéus, ligada a REDE RECORD. O Programa será á tarde das 16:00hs as 18:00hs com  " O SHOW DA CULTURA".(nas férias de Quinto de Souza). Segundo o Diretor da casa, Ainda terá dois Programas Esportivos. aguardem que mais novidades virão por aí.

Por Edmundo Santos.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

CONVITE PARA AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PORTO SUL.


Roberto Corsário, Convida voce para participar da Audiência pública do Porto Sul, amanhã (29) no Centro de Convenções de Ilhéus, ás 14:00 horas. Voce é parte interessada nesse processo. Aproveite convide seu vizinho, vamos lutar por esse empreendimento para nossa cidade, e para nossa região.

" TODOS PELO PORTO SUL JÁ"